Moments - Capítulo 16

| | |

Dora Devine

— Duas fatias de pizza, por favor.

Chloe arregalou os olhos pra cima de mim, enquanto eu encarava com os olhos praticamente fechados. Será que ela está mesmo duvidando que eu poderia acabar com aquela pizza inteira se eu quisesse? Eu tive cinco aulas que acabaram com meus neurônios e a única coisa que eu pensava era nessa pizza, que sorriu pra mim desde a hora em que vim aqui comprar água. A loira estava com um pacote de rosquinhas e donuts nas mãos, devorando tudo como se não houvesse um amanhã. Uma verdadeira cópia de Pandora Moon não poderia falar de mim, com licença.

Depois de agarrar o prato com aquelas fatias de uma das melhores pizzas que já comi na minha vida inteira e pagar por elas, eu me sentei de frente para Emma, que já nos esperava em uma das mesas devorando suas batatinhas fritas. Ela mastigava enquanto amarrava o cabelo, que sempre fazia questão de cair em seu rosto sempre que comia alguma coisa. Bom, o meu estava sujo há uns três dias, então ele ficaria em qualquer lugar que eu quisesse.

— Estou me sentindo meio gorda ultimamente. - falei depois de tomar um gole do meu refrigerante, vendo Emma rir com cuidado pra não engasgar.
— Porque será, não é Dora? - ela riu, agora com a boca livre - Desde que entrou na universidade o que você come é sempre o que há de mais gorduroso.
— Mas eu não posso fazer nada se é mais gostoso.
— Faça como eu, essas rosquinhas não são fritas. Elas são assadas. - Chloe afirmou, como se tivesse descoberto a coisa mais importante do mundo.
— Se não morrer com as artérias entupidas, vai morrer de diabetes. - Emma afirmou, me fazendo rir - Olha quanto açúcar tem em cima disso!
— Pelo menos não sou eu que como batatas fritas com refrigerante diet. - a loira revirou os olhos, me fazendo gargalhar dessa vez. Emma fez uma careta.
— Bom, o importante é que se uma morrer, todas morrem junto. 

Depois desse comentário super legal e otimista, voltamos toda a nossa atenção para nossas comidas, afinal, comer é um momento sagrado e merece toda a atenção do mundo. Vez ou outra nós comentávamos sobre alguma coisa envolvendo a faculdade, notícias do mundo, filmes que seriam lançados e várias outras coisas aleatórias que as pessoas sempre falam quando estão entediadas. Mas o grito abafado de Emma quase me fez engasgar e finalmente partir desse mundo de sofrimento. 

— Oh, meu Deus! Eu esqueci completamente de contar pra vocês! - ela disse animada, batendo palminhas afetadas com uma batatinha entre o dendo indicador e o polegar.
— Contar o que? - eu perguntei, curiosa do jeito que sempre fui.
— Ele finalmente me ligou e marcou um encontro! 

Emma e Chloe começaram a dançar sentadas, parecendo muito animas com a novidade. Já eu continuei com minha cara de bunda, me perguntando de quem raios elas estavam falando. Quer dizer, eu saiba Emma não estava a fim de nin... Ah, merda! Malik havia a chamado pra sair, é claro! Mas como ele ligou pra ela se eu...

— Dora?
— Ahn? Ah, desculpa, é que eu fique meio perdida! De quem estavam falando? - eu disse, abrindo um sorrisinho dissimulado com um pedaço de pizza na boca.
— De quem mais eu estaria falando, Dora? Zayn! Zayn Malik! Ele me ligou!

Agora eu não tinha noção se deveria bancar a idiota e pular como elas, ou apenas dizer um "É mesmo? Caramba, que bacana!" com aquele sorriso falso que aprendi a abrir quando ia visitar minhas tias no interior e elas faziam massagem nas minhas bochechas, fazendo aquelas perguntas desnecessárias e invasivas. "Tia, o estado civil do meu hímen não é de sua conta", era o que eu tinha vontade de responder todas as vezes que as ouvia questionar minha vida amorosa e os namoradinhos. Mas isso não vem ao caso agora. 

Optei pela primeira opção e fingi estar suuuuper feliz com a notícia, mesmo sentindo aquele apertinho no coração e aquele pingo nada saudável de raiva.

— Caramba! - eu exclamei parecendo aliviada - Ele demorou tanto! Finalmente!
— Foi exatamente o que eu pensei! - a morena a minha frente sorriu, passando a batatinha que segurava no ketchup. 
— Quando ele te ligou?
— Na quarta-feira de noite. Eu estava quase indo dormir quando ouvi o telefone tocar e nem me lembrava dele mais. - ela disse e eu segurei a vontade de vomitar, já que aquelas fatias não tinham sido muito baratas.
— Mas depois de tanto tempo! 

Decidi jogar um verde, talvez para ver se ela sabia como ele havia conseguido o número dela de novo, já que eu dei um fim naquele cartão ridículo que ela havia entregado no dia em que ele tinha vindo me buscar. Ela sorriu novamente, provavelmente pensando em como era sortuda de tê-lo só pra ela durante uma noite inteira, vendo aquele sorriso brilhante e alinhado, aqueles olhos castanhos e reveladores e... *COF, COF, COF* (onomatopeia mental), voltando aqui...

— Ele me disse que tinha perdido o meu número. - ela explicou, enquanto eu a encarava ainda em expectativa - Ele me disse que pediu a Niall que pedisse a Chloe o meu número e finalmente conseguiu me ligar.
— Você e Niall estão saindo juntos? - eu perguntei assustada a Chloe, que apenas me encarou com os olhos arregalados - Obrigada! - eu disse irônica e meio irritada - Sou sempre a última a saber das coisas, isso é ótimo! - enfiei um pedaço de pizza na boca.
— Ah, não se faça de santa, Dora! - Chloe exclamou rindo um pouco - Também sabemos o que anda escondendo. - ambas riram, me fazendo juntar as sobrancelhas. Será que elas sabiam que eu roubei o sorvete de uma criança na semana passada?
— Eu não ando escondendo nada! - exclamei ainda meio assustada.
— Ah, não? Então porque nunca nos contou que estava saindo com o Harry?

OI? Mundo, uma ajudinha aqui, não estou conseguindo compreender o que está acontecendo aqui neste momento! As duas me encaravam com aquele olhar de quem sabe de toda a sua vida e de seus pecados, me fazendo ficar ainda mais constrangida diante daquela situação. Alguém me explica de onde elas tiraram essa babaquice sem tamanho? Porque eu não me lembro de ter dito nada disso pra elas e muito menos pra outra pessoa. Será que estão ficando loucas?

— O quê? Eu não estou saindo com ele! - eu exclamei tentando acabar logo com aquela conversa, porque alguém poderia ouvir e a única coisa que eu não queria era sair na revista de novo e pagar de groupie.
— Dora, pode parar de esconder. Niall já me contou tudo! - Chloe disse assentindo, enfiando goela abaixo o último pedaço de rosquinha.
— Acho que o Niall anda falando coisa demais... - falei mais pra mim do que pra elas, mas pareceu dar uma confirmação do que eles queriam saber.
— Então é verdade! - Chloe exclamou - Vocês fazem um casal tão lindo!
— Meu Deus, não fala besteira! - eu reclamei - Nós não estamos juntos, okay? 
— E o que ele estava fazendo na sua casa enquanto estava sozinha?

Eu estava morrendo de preguiça de responder e eu queria mesmo terminar de comer, então apenas permaneci em silêncio, o que as fez rir cúmplices e começar a falar de namorados, peguetes, encontros e um suposto passeio ao shopping para comprar um vestido novo para Emma, já que o panaca que lhe ligou fez questão de frisar que iriam num lugar especial então ela queria caprichar na produção. E claro, ninguém melhor do que "minhas duas amigas que estudam moda". Alguém me mata? Eu pago.

*** ***

— Então, o que acharam desse aqui?

Emma saiu do provador usando um vestido vermelho vinho, com vários paetês brilhantes, um decote em "U" no busto e um detalhe parecendo floral nas mangas, em cima de seus ombros magros de modelo que passa fome. Ele era acima dos joelhos e deixava bem à mostra suas pernocas bem depiladas e cervulíneas. Ela havia feito um coque no cabelo, para ajudar a ver como o vestido ficaria, já que era esse o penteado que ela estava pensando em usar hoje a noite no encontro.

— Eu achei lindo, mas acho que é muito passarela, entende? - Chloe disse, me encarando para ver se eu concordava. Eu assenti.
— Mas vai ser num restaurante luxuoso, não acham que esse é o vestido perfeito?
—Acho que é informação demais. - eu respondi vendo Emma morder os lábios indecisa, olhando seu reflexo no espelho. - Ele é lindo, mas não tem nada a ver com a ocasião. 
— É, acho que vocês tem razão. - ela disse, finalmente - Vou tentar aquele que a Chloe escolheu. Já volto.

Ela se enfiou novamente dentro daquele provador e eu olhei novamente no relógio, vendo que estávamos há exatamente uma hora e meia enfiadas na loja da Gucci, procurando algo que agrade três pessoas completamente diferentes. Eu, por exemplo, pegaria o primeiro vestido que coubesse e correria pra casa, pra poder dormir e descansar o meu corpo de tanto ficar sentado naquelas cadeiras duras e ouvir os professores falarem por um hora cada um. Meus olhos estavam praticamente se fechando sem eu nem me dar conta disso.

— Pronto, voltei!

Emma apareceu com um vestido branco muito fofo e muito mais discreto que o anterior, com seus cabelos soltos e marcados pelo coque. Ela usava uma bota até o joelho que também tinha escolhido na loja, o que ficou perfeito com o vestido que é bem curto. Branco, com a cintura marcada e a saia pregada, com alguns detalhes de renda ali, nos ombros e na gola dele, o que dava um charminho a mais.

— Eu gostei desse, mas ele passa um ar de "quero parecer sua irmã mais nova". - disse Chloe, fazendo Emma bufar e largar os ombros.
— E que tipo de "ar" devo passar pra ele? - ela perguntou, fazendo aspas com os dedos, o que me fez rir um pouco.
— "Não sou virgem, mas também não sou uma galinha." - a resposta de Chloe me deixou completamente perplexa, pensando como aquela frase havia saído da boca desse ser inocente e delicado. Ela ria me encarando.
— O que acha, Dora? - Emma questionou, revirando so olhos pra a amiga.
— Eu não sei, não consigo tomar uma decisão. - eu disse fazendo careta. Emma fez o mesmo se encarando novamente no espelho.
— Ah, sendo assim vou ter que optar pelo último. - e desapareceu atrás daquele pano branco do provador.

Olhei para Chloe, que digitava algo em seu celular enquanto enfeitava o rosto com um sorriso discreto. Eu nem precisava olhar pra saber quem era. Mas olhei. Eu já sabia, mas fiquei meio chocada por ver o nome de Horan lá, o que confirmava que se eles não estavam namorando, estavam caminhando pra isso. Parece que aquela desmaio realmente deu certo, hein? Vou tentar fazer isso quando conhecer Jack O'Connell.

— Vocês estão namorando mesmo? - eu questionei Chloe, que pareceu um pouco assustada com a pergunta sem aviso.
— Ahn... Eu não sei muito bem. - ela começou a ficar vermelha, alargando o sorriso - Acho que não definimos isso ainda.
— E desde quando vocês saem juntos? - eu perguntei ainda mais interessada, percebendo que ela sorria mais a cada pergunta. Era fofo.
— Desde quando nos conhecemos pela primeira vez. Lembra que ele me convidou pra ir com você pra pizzaria? 

Ô, se lembro! foi naquele dia que Emma apareceu sem nem ser convidada e ainda ficou dando em cima do idiota do Malik. Quer dizer, não que eu me importe com isso, claro que não, mas é que me incomodou o fato de ela aparecer assim "do nada" e se fazer de dissimulada, dizendo que ia lá sempre. Eu usava muito essa desculpa pra me aproximar das pessoas que eu queria, sei bem como funciona.

— Voltei!

Emma voltou antes que eu pudesse responder a pergunta de Chloe, dessa vez mais linda do que antes. Aquele vestido branco tinha se encaixado perfeitamente no corpo dela, mostrando apenas o suficiente para que causasse curiosidade. Agora o cabelo dela estava amarrado em cabo de cavalo e ela usava uma sandália simples, com tiras. O vestido tinha alguns recortes, o que o deixava ainda mais diferente e bonito. Ela sorria, parecia saber que era esse o vestido que levaria.

— Finalmente! - eu respondi, vendo-a rir.
— Se você não ficar com ele, eu levo! - Chloe disse colocando o celular de lado.
— Então acho que é esse mesmo que tenho que levar! - ela bateu palmas como fez no refeitório da universidade, me lembrando do motivo pelo qual estávamos aqui.

Assim que saímos dali, fingi que não vi os seiscentos reais que ela pagou pelo vestido e os duzentos pelo salto, e entrei no carro dela me sentando no branco de trás sozinha, vendo Chloe ligar o rádio e quase surtar por ouvir a música dos meninos tocar. Fiquei o trajeto todo tendo meus pensamentos perturbados pelos gritos e suspiros de fã que Chloe dava a cada nova estrofe que era cantada. 

HORAS DEPOIS...

Digamos que eu nunca gostei muito de estudar, nem mesmo quando estava no pré e a única coisa que eu tinha de fazer era desenhar, comer e dormir. O fato de estar na escola e ser obrigada a ir todos os dias já era o suficiente pra me fazer desejar me enfiar numa caverna longe de toda a civilização e viver como uma versão feminina do Tarzan. Mas eu sabia que eu teria que fazer aquele sacrifício se eu quisesse ser uma estilista bem sucedida nesse mundão.

Eu encarava aqueles livros espalhados na cama ao meu redor e sentia vontade de morrer, mas eu precisava terminar aquele trabalho maldito sobre a História do Design e aquilo com certeza era mais difícil do que eu pensei que seria. Na verdade, toda essa coisa de entrar numa universidade sempre será difícil, independente do curso. Me dei ao luxo de me acomodar por ter escolhi moda, mas acabei parando na boca do poço. E olha que ainda estou no primeiro semestre.

Cansada de tanto apertar os olhos para ler o que havia escrito na tela do meu computador, eu me levantei calçando meu chinelo e descendo as escadas em busca que algo que pudesse distrair minha mente por alguns minutos para que eu não chegasse a ficar louca com tanta coisa pra fazer e pensar.

— Caramba, Malik, se deu bem dessa vez, hein?!

Ao ouvir a voz do meu irmão e a risada do outro na cozinha, dei meia volta e comecei a subir as escadas, mas eu sabia que já era tarde de mais. Ouviram meus passos. Josh me chamou e apareceu ao pé da escada com Malik em seu encalço, com um sorriso que qualquer um jugaria como irônico ou pretensioso. Acho que eram os dois camuflados um no outro. Fiquei de frente pra eles, apertando um sorriso no rosto.

— Ahn... Oi! Vocês estão aí! - eu disse descendo alguns degraus sutilmente.
— Você fica bonita de óculos, Devine. - o elogio dele com certeza fizeram minhas bochechas queimarem, já que era a primeira vez que eu o via desde o meu sonho. Aquelas imagens imediatamente voltaram a minha cabeça, mas fiz questão de ignorá-la para evitar mais constrangimentos, mesmo que esse seja meu nome do meio.
— Eu fico bonita de qualquer jeito, Malik. - bradei, pulando os últimos degraus e correndo para a cozinha, pigarreando discretamente pra tirar aquele nó de vergonha na minha garganta. Água. - Do que estavam falando?
— Da garota que Zayn vai sair hoje a noite. É aquela sua amiga da faculdade! - Josh disse se escorando no balcão, com um sorriso animado. Malik tinha suas mãos nos bolsos da calça jeans e os olhos em mim. Desviei para Josh.
— Sim, eu sei. - respondi tomando um longo gole de água - Ela me falou sobre isso hoje. Ela é realmente muito bonita.
— Vai ser bom conhecer alguém diferente dessa vez, quer dizer, não saí com mais ninguém desde que terminei meu noivado com Perrie.

Ainda era muito estranho e surreal pra mim pensar que ele já esteve prestes a se casar. Tipo, quantos anos ele tem? Vinte dois pra mim é uma idade muito prematura pra entrar num relacionamento assim. Tudo bem que quando você gosta de alguém, pode ser, mas sei lá. Não consigo ver Malik casado fielmente com alguém.

— Sem contar que ela é muito... - ele pigarreou, o que fez Josh gargalhar enquanto eu me segurava para não revirar os olhos.
— Boa sorte em seu encontro. 

Eu disse enquanto carregava a garrafinha comigo escada acima, recebendo um olhar vago dele como resposta, como se ele quisesse que eu falasse mais alguma coisa em relação a esse encontro idiota entre Emma e ele, mas não lhe dei esse gostinho. De dois em dois degraus, cheguei ao meu quarto e senti uma vontade enorme de bater aquela porta contra aquela parede de tanta raiva. 

O que eu estava sentindo naquele momento era completamente patético, mas eu não podia evitar. Quer dizer, eles dois não tem nada a ver, um casal que não se encaixa em situação alguma! 

Naquele momento o que eu estava sentindo era o mesmo de horas antes, quando Emma entrava e saía de um modelito, me perguntando "será que ele vai gostar?" como se eu pudesse ler a mente dele ou fosse íntima o suficiente para saber o que o agrada ou não. Eu estava muito longe disso.

Olhei ao meu redor e, com o peito subindo e descendo rapidamente por conta dos pensamentos acelerados na minha cabeça e tomei uma decisão sem ao menos cogitar qualquer consequência que aquele ato poderia me trazer. Abri o meu guarda roupa sem nenhuma cerimônia e tirei de lá o meu melhor vestido. Escolhi o sapato, minha maquiagem e sabia exatamente o que eu faria no meu cabelo. 18h49min.

*** ***
— Pra onde você vai?

Josh entrou no meu quarto quando eu usava a chapinha para alisar a última mecha de meu cabelo, sentindo aquele cheirinho de shampoo exalar de cada fio enquanto eram esticados. Eu olhei vagamente pra ele e senti meus cílios grudarem um pouco por causa do exagero que cometi com aquela máscara.. 

— Eu vou sair. - respondi olhando o resultado do cabelo no espelho - Estou meio cansada desses trabalhos todos, preciso ir num lugar diferente.
— E você vai sozinha? - ele questionou se sentando na minha cama e mexendo com um dos livros. - Eu posso ir, se quiser.
— Não, tudo bem. - eu disse rapidamente, quase o cortando - É... Eu já tenho alguém pra ir comigo. - o sorriso que ele abriu naquele instante foi o bastante pra me fazer rir.
— Posso saber quem é?

Minha cara foi no chão e voltou depois daquela pergunta. A verdade é que eu não tinha mesmo ninguém pra sair comigo e eu tinha inventado aquela informação para que ele desistisse de ir comigo, por mais que eu amasse sair só com ele depois de tantos anos. Mas é que se ele fosse iria acabar com meu plano.

— Hey, Josh, você pode me...
— STYLES! - eu exclamei quase como um grito de desespero ao ver o cabelo castanho e topetudo de Harry aparecer no batente da minha porta - Eu vou sair com ele.
— Harry Styles vai levar minha irmã pra sair? - os olhos verdes dele me encararam e eu quase ajoelhei implorando para que ele confirmasse. Graças ao céus ele obedeceu.
— Ahn... Sim! - ele fingiu animação - Eu pensei que ela tivesse te contado. - Harry abriu um sorriso em falso, mas pareceu convencer Josh que sorriu também.
— Ele veio pegar um blazer emprestado. Eu disse a ele que você não se importaria. - falei olhando aquela camisa xadrez vermelha e pensando que poderia ficar bom.
— É, sim, é verdade.
— Tudo bem. Vamos ver algum que fique bom.

Assim que os dois saíram, eu suspirei aliviada por quase um minuto, sentindo aquele peso sair um pouco de meus ombros. Claro que eu não queria meter o Harry nessa história toda, mas eu simplesmente não iria conseguir convencer Josh a não sair comigo se eu não tivesse companhia. A minha sorte é que ele gosta muito do Harry então não se importou tanto com o fato de que iríamos "sair juntos"

Olhei Styles de cima abaixo antes de entrar em seu carro e também dei uma conferida na minha produção, me sentindo orgulhosa por ter conseguido algo elegante para vestir, já que o restaurante que iríamos exigia isso. Ainda meio confuso, depois de prender o cinto de segurança, ele colocou a chave e ligou o carro, começando a passar pelas casas vizinhas as nossas em direção ao portão de saída do condomínio.

— Posso saber pra onde estamos indo o que você está aprontando?
— Apenas dirija para o The Athena Restaurant, e se te perguntarem alguma coisa, apenas diga que é uma coincidência. O resto, te explico depois.

A cara dele foi de total confusão e talvez até medo, mas assentiu e entrou na rodovia em direção àquele restaurante super chique de gente fresca. Espero que eles não se importem de fazer uma porção de fritas pra mim.

HELLO AGAIN!
Aqui está pra vocês o começo de uma grande confusão de sentimentos e situações que acho que irão gostar de acompanhar. Estou em semana de provas na escola e, pra ser sincera, fiquei até meio surpresa por ter escrito um capítulo mais ou menos grande, né?! Espero também que tenham gostado. O capítulo 17 já está completamente planejado e postarei ele de segunda pra frente porque esse meu fim de semana está lotado de coisas pra fazer. Mas aí vocês comentem aqui pra mim o que acharam desse capítulo, tá? Sugestões, conselhos, críticas e tudo mais o que acharem necessário, certo? Fiquem com Deus e até a próxima atualização xx (tô com essa mania chata de colocar esses dois xis no final de tudo o que há nessa internet, então ignorem lihkdfekh)

12 comentários:

  1. Acho que vou para de ler vc demora muito pra posta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto muito, meu anjo, não posso fazer nada em relação a isso. Eu sou uma pessoa com muitos compromissos a cumprir e preciso ser responsável, então não posso ficar 24hrs escrevendo fanfics, entende? Da mesma forma que eu sei que você não passa todo o seu dia na internet. Eu faço o que eu posso pra postar sempre pra vocês, me desculpe se não posso estar sempre aqui, ainda mais numa semana cheia como a minha está agora. Mas o próximo capítulo sai essa semana, tá? Não precisa se preocupar, eu vou postar sem falta.

      Excluir
  2. Hahaha o que será que Dora Devine está aprontando? posta logo pfv! Bjs :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vish, vocês sabem com a cabeça daquela louquinha funciona, né? Coisa boa não vai dar hahahahaha Vou postar essa semana, tá? xx

      Excluir
  3. Hahaha o que será que Dora Devine está aprontando? Posta logo pfv! bjs :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espere e verás a confusão começar hahahaha postarei loguinho, okay? beijo

      Excluir
  4. Acho que você deve ignorar isso 👆 porque a pessoa não entendeu que você está em semanas de prova!
    Acho que você deva continuar porque está ótimo, você escreve bem!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, amor, essas coisas acontecem! E obrigada pela compreensão ♥ Eu vou continuar, sim, pode ter certeza :D xoxo

      Excluir
  5. Ownnnnn ela ta com ciumes
    ( e eu acho que ela vai fazer uma coisa que eu já fiz... Não deu certo)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei bem como essas ideias movidas a raiva e ciúmes sempre acabam mal, e dessa vez não vai ser nada diferente! hahahah xx

      Excluir
  6. Até eu to com ciúmes!! ;(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem não sente ciúmes de Zayn Malik, né? Vamos combinar! hahahaha xx

      Excluir