Danger In Love - Capítulo 20 / 2ª Temporada (FIM)

| | |
"Somos infinitos"

Megan P.O.V's

Claire: Morgan e Richard sempre foram duas pessoas no qual eu amei muito, e mesmo depois de tudo o que aconteceu, eu continuarei os amando. Ambos com problemas pessoais e sempre com sorrisos em seus rostos. Nunca esquecerei como eles foram pessoas importantes na minha vida, assim como nunca esquecerei que eles sempre estiveram ao meu lado quando eu mais precisei. Vão deixar saudades? Sim, vão! Mas eu e todos os seus amigos acreditamos que eles não queriam que chorássemos em seus velórios, mas sim queriam que sorríssemos ao lembrar de todos os nossos melhores momentos.

Louis me abraçava e acariciava meus cabelos enquanto a única coisa que eu podia fazer era chorar mais e mais. Meus dois melhores amigos haviam ido embora, e eu simplesmente não podia fazer nada para impedir que isso acontecesse. Jay abraçou Claire e deu um beijo no topo de sua testa. Ele queria estar no velórios de Morgan e Richard, e como já estava melhor, recebeu alta. Ainda bem que não perdemos um outro amigo, eu simplesmente não iria aguentar se Jay morresse também.

Jay: Além de Morgan e Richard, temos também Kennedy. - Um grande momento de silêncio se instalou no cemitério, mas Jay simplesmente continuou. - Não podemos esquecer que ele foi um grande amigo nosso, e apesar de ter sido o mais canalha possível ele não tinha alguém que o deixasse ter paz. Por mais que nos tenha feito coisas horríveis, estamos aqui hoje, dando-lhe nosso perdão e o deixando ter a oportunidade de que pelo menos a sua alma tenha paz. - Ele deu uma pausa. - Você, meu amigo... - Apontou para o caixão de Kennedy. - É um filho da mãe... - Ri. - Mas eu estou disposto a esquecer tudo que vocês fez! Todos nós merecemos uma segunda chance, e você também!

[...]

Eu finalmente estava em minha casa. Olhei para a parede do meu quarto e lembrei daquele sangue que estava escrito todas aquelas palavras horríveis. Na realidade, não era sangue humano, mas sangue de vaca. Abracei meu travesseiro e deixei com que as lágrimas caíssem. Se Louis estivesse aqui ele me mandaria parar de chorar, mas eu simplesmente não queria parar de chorar. Eu caí no sono, e nesse sono eu tive o melhor sonho de toda a minha vida.

Eu estava num lugar no qual o gramado era de um lindo e maravilhoso verde. Caminhei e passava as minhas mãos pelas flores que a cada passo meu elas pareciam crescer mais e mais. Logo a frente vi um balanço, um não, três. Sentei-me no do meio e imaginei Richard e Morgan ali. Ah.... Como eu realmente queria que eles estivessem ali...


Morgan: Nós estamos.... - Olhei para meu lado esquerdo e lá estava ela. Tão linda, tão feliz, tão viva. Mais lágrimas caíram, e Morgan me abraçou. Eu senti o seu abraço, senti seu perfume. Aquilo era real! - Olá Megan!
Eu: Como isso é possível? - Perguntei e Morgan enxugou as minhas lágrimas.
Morgan: Em nossos sonhos, nós podemos tornar real tudo o que queremos. Você queria eu e Richard aqui e, bom, aqui nós estamos. - Olhei para meu outro lado e ali estava Richard. O abracei.
Richard: Eu estava com saudades!
Eu: Eu também! - O soltei e sorri para ele. - Como... Como vocês estão?
Morgan: Bem. Nós podemos ver vocês e eu estou orgulhosa. Vocês deram um passo no qual Kennedy nunca conseguiu dar. Vocês o perdoara!
Richard: Pra ser bastante sincero, eu nunca imaginei isso depois dele ter nos matado! - Rimos. - A alma dele ficou em paz, Megan. Acredito que ele se surpreendeu por vocês terem o perdoado e por ter feito um velório decente para ele. Se fosse eu, teria jogado seu corpo no mar sem nem pensar duas vezes.
Eu: Todos merecemos perdão...
Richard: Sim, merecemos!
Morgan: Mas e agora? Como vai ser?
Eu: Louis irá continuar com a banda, eu continuarei a dançar e tentaremos seguir em frente. Vocês queriam isso, certo? A gente não pode viver de luto pra sempre! Ninguém superou ainda a perda de vocês, mas o primeiro passo para pararmos de sentir toda essa dor é continuar fazendo o que mais gostamos.
Morgan: E Jack?
Eu: Está totalmente arrasado!
Morgan: Eu sei. - Deu um mini sorriso e ficou encarando suas mãos. - Quando acordar, e caso lembre desse sonho, eu quero que você diga a ele que eu o amo. O amo muito!
Eu: Direi.
Richard: Espero que não fique chateada, mas eu queria dizer o quanto eu amo você. - Eu ri e assenti. - É sério, eu te amo. Não um amor de amigo, mas um amor... amor. - Novamente ri e por impulso o selei. - O que... O que foi isso?
Eu: Um selinho.
Richard: Por quê?
Eu: Porque eu estaria mentindo pra você se não dissesse que nos momentos em que estivemos muito próximos eu não tenha me apaixonado por você.

Richard me olhou por alguns segundos, tentando absorver essas palavras. Olhei para Morgan e ela ria, ria de Richard, ele estava começando a ficar vermelhinho. Era verdade, eu havia me apaixonado por Richard, eu havia me apaixonado pelo meu melhor amigo.

Richard: Infelizmente nós não podemos ficar juntos...
Eu: Infelizmente...
Richard: Mas me promete uma coisa? - Assenti. - Seja feliz com o Louis, ele merece o seu amor muito mais do que eu. - Novamente comecei a chorar e Richard me deu um outro beijo. Um beijo doce, apaixonado e emocionante. Meu coração acelerou, e depois que paramos de nos beijar, deixei com que as lágrimas caíssem com mais intensidade.
Eu: Eu vou sentir falta de vocês!
Morgan: Nós também! - Eles seguraram as minhas mãos e me acompanharam para mais a frente daquele gramado. Começamos a correr e ríamos com isso, eu simplesmente não queria acordar. Mas eu tinha que acordar.
Richard: Megan, está na hora!
Eu: Hora de quê?
Morgan: Hora de acordar!

Abri meus olhos lentamente e vi Louis em meu quarto. Ele me olhava e sorria. Sorri de volta e o selei, logo lembrando do meu maravilhoso sonho. Me levantei e fui até o quarto de Jack, onde o mesmo estava ouvindo música e escrevia em um pequeno diário. Louis se encostou na porta e eu me sentei ao lado de Jack, que logo retirou os fones.

Jack: Bom dia!
Eu: Bom dia! - Sorri e o abracei. - Hoje eu tive um sonho... - Ele me olhou e levantou uma de suas sobrancelhas. - Era com Richard e Morgan. E no sonho, Morgan me mandou lhe dizer que te ama muito, e que vai, sem um pingo de dúvidas sentir a sua falta.
Jack: Eu também tive um sonho. - Sorriu. - Kennedy pede desculpas pelo que fez, e que agora por nossa causa ele pode viver em paz, e que se sente grato por termos a capacidade de o perdoar depois dele ter matado dois de nossos amigos.
Eu: Isso é bom. - Novamente o abracei e assim ficamos durante um longo tempo.

Jack P.O.V's

Eleanor: Será uma viagem de pelo menos cinco dias. Somente eu, você e o Niall.

Lea dizia enquanto entrava na picape no qual pedira emprestada ao seu pai. Niall iria dirigindo e buzinou, chamando a minha atenção. Coloquei as minhas malas onde deveriam ser colocadas junto com as de Eleanor e Niall e entrei. Mas não fui com ele dentro, eu estava fora, queria sentir um pouco do vento em meu rosto durante um tempo, depois entraria por uma janela que tinha ali. Niall deu partida no carro e antes de ir gritou:

Niall: SOMOS LIVREEES!

Ri com isso e logo ele começou a dirigir. Eleanor colocou para tocar uma música, música essa que fez com que eu me sentisse ainda mais feliz. Megan me disse para mim tentar esquecer tudo o que tinha acontecido, tínhamos que superar, e era exatamente isso o que eu estava fazendo.

Sempre que estou contando minha história, parece que escrevo uma carta. E essas cartas mudaram a minha vida, e as guardarei para mostrar aos meus filhos, eles mostraram para seus filhos e seus filhos mostraram para os filhos deles, assim por diante. Então a nossa história nunca estará acabada, ela só está apenas começando. Toda essa luta para conseguir a minha felicidade e de minha irmã valeu a pena. Valeu a pena não só por termos tido um final feliz. Foi porque eu descobri qual foi o motivo de eu viver nesta terra, eu fui enviado por Deus para poder proteger minha irmã e amigos, mas infelizmente, alguns tiverem que sofrer as consequências da desgraça que nos fez sofrer tanto. Fechei meus olhos e re-li para mim mesmo uma carta que escrevi há alguns anos atrás, uma carta que guardei para mim mesmo.

Põe pra tocar
(leia no ritmo em que Charlie fala)

Não sei se terei mais tempo para te escrever cartas, pois estarei ocupado demais tentando participar. Então, se esta for a última carta, eu quero que saiba que eu estava mal antes de começar o ensino médio e você me ajudou. Mesmo se você não saiba o que estava falando ou conhecia alguém que estava passando por isso, você me ajudou a não me sentir sozinho. Eu sei que há pessoas que dizem que estas coisas não acontecem e há pessoas que se esquecem de como é ter 16 anos assim que completam 17 anos. E tudo isso um dia será apenas histórias, e as nossas fotos se tornarão apenas velhas fotografias. Todos nós seremos mães e pais de alguém... Mas agora, esses momentos não são apenas histórias, isso está acontecendo. Eu estou aqui. Estou olhando pra ela, e ela é tão linda. Eu consigo ver. Neste único momento, em que você percebe que você não é uma história triste, você está vivo. Você se levanta, olha para as luzes dos prédios e tudo aquilo que te faz pensar em algo, e você está ouvindo aquela música enquanto dirige com as pessoas que mais ama neste mundo. E neste momento, eu juro... Nós somos infinitos.



FIM...

Richard: Eles me dão orgulho, sabia?
Morgan: Sim, eu sabia. - Sorriu. - Eles também me dão bastante orgulho.


FIIIIIM!!!
Gente eu estou tão emocionada com o final da fanfic, sério mesmo. Essa é a terceira fanfic que eu consigo escrever completa, as outras duas vocês infelizmente não irão mais achá-las.
Depois de 2 anos (2 ANOOOOOOS!!!) Eu consegui finalmente terminar essa maravilhosa fanfic.
Danger In Love é um orgulho pra mim, sabe? Eu vou sentir falta dela, sentir falta dos personagens e principalmente de JK. Não sei se concordam comigo, mas eu simplesmente acho o Kennedy um personagem que vai marcar, ele fez tudo aquilo e no final ainda foi perdoado kkk.
Devem estar se perguntando:
Mas e os outros personagens?
Simples. Todos eles foram viajar, cada um num destino qualquer. Eles mereciam uma folga, não é? Eu tinha um outro final para essa fanfic, mas ele não iria dar muito certo então deixei do jeito como está, hehe.
Um beijo pra vocês!
Amanhã mesmo ou domingo eu trago para vocês a próxima fanfic com o liindo do Liam.
Kisses!

Um comentário:

  1. Que perfeição essa fic! Amodoro, pena que acabooou :(
    vou chorei com esse final. Megan safadenha kkk sempre shippei ela com o rich.
    Tem que ficar com o richard pq louis traiu ela engravidando outra garota. DESGRAÇADO
    Essa fic foi maravilhosa. Gostei muitoooooo do final , mas acho que podia ter mas de louis e megan juntos.
    Tchau.
    PROXIMA COM O LIAM , TE AMO

    ResponderExcluir