♪ Crazier - Cap - 7♪

| | |

Anteriormente 

            Eu a abraço fortemente e ela se aconchega pegando no sono rapidamente. Percebo que essas pequenas coisas são que tornam a vida tão impressionante e maravilhosa, Harry me deu o maior presente que alguém seria capaz de dar, ele deu a razão do meu viver, minha querida Mellany, minha filhinha. E mais que isso, Harry me deu a oportunidade de poder ir dormir sorrindo, ele me fez a pessoa mais feliz desse mundo e isso não têm preço! Não posso ignorar a existência de uma pessoa que me deu o mundo, Harry precisa saber de Mellany!

Agora

(Seu Nome) P.O.Vs

      Acordei de manhã com Mellany aninhada em meus braços dormindo feito um bebê. Querendo ou não ela sempre vai ser meu bebê. Me desvencilhei de seus braços com cuidado para não acordá-la e corri para o banheiro, eu precisava de um banho morno porque mesmo fazendo muito calor aqui no Havaí, eu sempre acordava com um porquinho de frio. Entrei debaixo do chuveiro e deixei que a água caísse enquanto eu me perdia nos pensamentos. Precisava dizer a verdade a Harry custe o que custar, mesmo correndo o risco de ser odiada por toda a eternidade. 

      Me enrolei numa toalha e saí do banheiro dando de cara com um homem só de cueca passeando pelo corredor, bem, ele não estava exatamente passeando, ele estava pegando uma calça do chão, mas ainda assim foi assustador e eu gritei segurando a toalha no meu corpo, ele se assustou com o meu grito e acabou gritando também.

- Quem é você? -balbuciei nervosa.
- Eu? -ele perguntou com um ar de bobão- Eu sou o Dereck! -deu um sorriso de palerma e estendeu a mão pra mim.
- (Seu Nome). -falei apertando a mão dele.

       Minha mãe não podia pelo menos ter escolhido alguém um pouco menos... Atrapalhado, pra dormir? Se bem que se for aquela coisa de "lance de uma noite só", ele é bem gostoso e dá um bom caldo. E como se ela lesse meus pensamentos, apareceu do nada no corredor gritando:

- Que raios está acontecendo aqui? -ela pergunta e me vê com o Dereck- Oh vocês se conheceram. -ela diz.
- Sim nos conhecemos. -dou um sorriso forçado.


- Que ótimo, não preciso mais fazer as apresentações. -ela fala e tenta sair de fininho pra cozinha.
- O Mãe volta aqui! -eu protesto fazendo com que ela volte pra se explicar.
- Filha, -ela começa com um sorriso no rosto- este aqui é o Dereck, meu novo namorado.
- Seu namorado? -eu pergunto incrédula.
- Sim. -ela assente com a cabeça e eu suspiro pesadamente.
- Ta bom. 

            Concordo mesmo sem concordar de verdade vendo o quanto isso não está certo. Esse cara tem idade pra ser meu irmão mais velho! Se minha mãe quer sair com homens da idade da filha dela tudo bem, mas não precisa assumir um compromisso como um namoro. Eu volto para o quarto e escolho um vestido azul florido de alcinha e o visto. Arrumo meu cabelo em um trança de lado com alguns fios soltos e a franja atrás da orelha e pulo na cama para acordar Mellany. Ela luta contra minhas mãos que a atacam fazendo cócegas e começa a dar gritinhos abafados embaixo do travesseiro.

- Pode ir acordando mocinha, esqueceu que vamos ao centro comprar nossos vestidos pra festa da Grace?

            Mais do que depressa, ela tirou a cabeça debaixo do travesseiro e me olhou com um sorriso travesso.

- Eu tinha me esquecido completamente mamãe! -ela diz ficando de pé e começando a tirar o pijama- Vou tomar banho.
- Uau! Isso é o que eu chamo de acordar com estilo. -eu falo rindo- Tome banho rápido e coloque uma roupa bonita.
- Porque eu tenho que vestir uma roupa bonita e você não?
- Mas eu to com uma roupa bonita! -protesto.
- Então ta. -ela dá de ombros e corre com a toalha pra fora do quarto.

           Eu me olho no espelho e realmente acho esse vestido muito bonito. Essa garotinha ta cada dia mais exigente, se continuar assim vai ser difícil agradar! Saí do quarto e fui em direção à cozinha, minha mãe estava sozinha fazendo chá e senti o cheirinho de pão no forno. Eu precisava conversar com alguém, e quem poderia ser melhor pra desabafar do que a mãe? Tudo bem que a minha tem uns parafusos meio soltos, mas ainda assim ela sabe sempre a coisa certa à me dizer.

- Mãe... -comecei me sentado na bancada.
- Sim? -ela me encorajou a continuar falando.
- Eu... -espiei pelo corredor pra ter certeza que Mellany tomava banho e continuei com um grave suspiro- Vou contar ao Harry. -falei de uma vez.
- Contar... O quê? -ela perguntou desconfiada.
- Como assim contar o que mãe? Vou contar tudo, toda a verdade sobre Mellany.

          Minha mãe parou o que estava fazendo imediatamente e ficou de frente pra mim na bancada olhando no fundo dos meus olhos.

- Porquê? -perguntou.
- Porque... -suspirei- Eu não sei mãe, não sei. -coloco meu rosto entre as mãos exasperada.
- É claro que sabe. -ela diz séria e eu sabia que o mãedar dela tinha apitado e ficado em alerta.
- Eu só... Só acho que ele precisa saber, não posso esconder pra sempre.
- Isso tem algo haver com seus sentimentos por ele?
- O quê? Não! É claro que não mãe! -protesto- Eu e Harry não temos nada há muito tempo, e nem vamos ter.
- Tem certeza? -ela me encara com aqueles grandes olhos e eu me arrepio.
- Tenho! -afirmo convicta- É claro que sim.
- Bem, -ela volta ao que estava fazendo e continua falando- eu acho que já passou da hora. Você sabe que por mim jamais teria escondido isso dele.
- Qual é mãe? Vai me julgar pela minha escolha agora?
- Meu amor, -ela sorri- eu sou sua mãe, sempre vou te julgar pelas suas escolhas. -ela me dá um beijo na testa- Agora com licença que eu preciso resolver uns problemas.
- Mas e os meus problemas? Você devia sentar e me ouvir.
- Ah sinto muito, mas você já está grandinha filha, seus problemas você tem que começar a resolver sozinha.
- Mas mãe... -eu tentei fazer manha mas ela já tinha saído.

         Ótimo! Peguei meu celular e liguei para Grace avisando que eu sairia de casa em dez minutos para as compras. Ela balbuciou algo sobre um cartão de crédito novo e que já estava chegando na minha casa e desligou o telefone. Com um sorriso no rosto, eu assisti enquanto Mellany saía do quarto com um quilo de maquiagem no rosto.

- Hum... Mellany?
- Que foi mãe? -ela perguntou.
- Sabe a porta que você acabou de sair?
- Sim. -ela respondeu confusa- O que tem ela?
- É a mesma que você vai entrar de volta agora e tirar toda essa maquiagem.
- O quê? Porque mãe?
- Porque você é muito nova pra usar uma maquiagem tão pesada. Vai lá agora, tira essa maquiagem e coloca um batom cor de rosa, apenas isso.
- Nem uma sombrinha pra realçar a cor dos meus olhos?
- Não Mellany!
- Ta bom! -ela bufou e voltou para o quarto.

Algumas horas depois...

Harry P.O.Vs
  
         Eu estava dando uma volta pela cidade em busca de um novo óculos de sol, o meu acidentalmente foi parar em baixo do meu pé e eu o destruí completamente. O coitadinho ficou em pedaços. Estacionei o carro embaixo de uma árvore e decidi continuar minha busca apé. Eu vasculhei a primeira loja e não tinha óculos, mas em compensação comprei umas ótimas bermudas de praia. Fazer comprar é tachado como coisa de mulher, mas eu simplesmente não consigo entrar em uma loja sem ficar doido e muito menos sair de uma loja sem ter comprado nada, é quase um absurdo.

                Eu estava saindo da segunda loja quando dei de cara com (Seu Nome), uma outra garota e a filhinha de (Seu Nome).

- Hey. -sorri-
- Harry? Oi. -(Seu Nome) diz parecendo surpresa.
- Surpresa? -pergunto.
- É... É claro. Eu não imaginava te encontrar aqui... Fazendo compras. -ela diz olhando as sacolas na minha mão.
- Ah isso? -pergunto fazendo pouco caso- São só umas coisinhas pro... Niall. É ele não gosta muito de sair e pediu pra que eu comprasse pra ele, nada demais. Essa é sua filha? -eu pergunto me abaixando e dando um sorriso pra garotinha.
- É sim. -(Seu Nome) responde parecendo tensa- Esta é Mellany.
- Oi. -a garotinha diz me dando um belo sorriso que fez um calafrio percorrer meu corpo.
- E aí Mellany se divertindo com a mamãe? -eu pergunto sorrindo pra ela.
- Mais ou menos. -ela diz cabisbaixa.
- Porque mais ou menos? -eu pergunto.
- Bem você sabe, minha mãe é meio surtada às vezes e não deixa eu comprar nada que eu quero! -ela fala lançando um olhar de soslaio pra mãe.
- É, eu sei. -sorrio e (Seu Nome) me encara com desdém.
- Você tem olhos bonitos. -Mellany diz- Eles são iguais aos meus.
- Você tem razão. -eu concordo olhando nos olhos dela- Eles são... Iguais. -sinto novamente um calafrio e uma sensação de já conhecer Mellany.
- É melhor a gente ir filha. -(Seu Nome) fala de repente- Grace está com pressa.
- Eu? -a garota ao lado de (Seu Nome) pergunta confusa- Quer dizer, estou sim com um pouquinho de pressa.
- Viu? -(Seu Nome) segura na mão de Mellany- Temos que ir Harry, foi bom te ver.

          E com isso ela caminha pra longe de mim, deixando-me parado no meio da calçada. Isso foi... Estranho. Mellany tem razão, (Seu Nome) às vezes é meio surtada. Dou de ombros e volto à minha caçada pelos perfeitos óculos escuros.

(Seu Nome) P.O.Vs
 
          No momento em que dei de cara com Harry na calçada meu coração parou de bater e logo depois estava batendo mais rápido que nunca, acho que tive um mini infarto interior. Eu queria chamá-lo pra comer alguma coisa e contar toda a verdade de uma vez, mas ali naquele momento, cara a cara com ele, senti toda a minha coragem e vontade se esvaírem de meu corpo, pousar no chão de maneira nada doce e escorrerem pelos bueiros do meio da rua. O que eu estava pensando? Eu não vou conseguir contar isso pra ele! Porque tem que ser tão difícil? Quero dizer, não é difícil contar, e eu também não tenho medo de contar, eu tenho medo é de como ele vai reagir à isso.

             Depois deste momento tão tenso, toda a animação de comprar roupas novas me deixou como se nunca estivesse estado ali. Porque raios eu sou assim? Essas coisas não deveriam me afetar, afinal, foi algo muito simples, nós só paramos, conversamos e coisa e tal. Nada demais aconteceu pra que eu me sentisse tão acabada desse jeito. Não é como se eu estivesse por algum acaso voltando a gostar de Harry, não mesmo! Só tivemos sei lá, umas seis noites conversando na praia, isso não é o suficiente pra cair de amores. Apesar de já ter sido apaixonada por ele no passado, isso acabou, passado é passado, e o que aconteceu lá, fica lá.


Eu sei que está pequeno e eu devia fazer um grande pra recompensar o tempo perdido, mas eu estou de férias e ainda vou recompensar. Amanhã eu posto outro. E desculpa por não colocar gifs. Amo vocês craziers! -Deh♥


9 comentários:

  1. Ooh gloria 🙏🙏

    Achei que você tinha desistido :(
    Continua ta muito bom 😍

    Obs: O Harry tem que saber !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desistir é para os fracos Kk eu demoro mas posto! Bjs anoni *--*

      Excluir
  2. Cara, finalmente!
    Tomara que o Harry descubra logo, não curto muito enrolação o3ó
    Amando sua fic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kk vai demorar um pouquinho ainda Tóri, mas prometo não enrolar a ponto de ficar cansativo. Bjssss^^

      Excluir
  3. Continua ta perfeito

    ResponderExcluir
  4. Oooooh god tinha achado que a fic tinha sido cancelada, posta rápido pfvr ! Tá muito bom!! ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi cancelada não amore :-) vou postar hoje. Bjssss

      Excluir
  5. Amém pensei que não ia mais postar
    Continua logo
    Estou louca pra ver a reação do Harry

    ResponderExcluir