The Traitors - Capítulo 12

| | |
Capítulo doze - Tarde demais

Narrador P.OV's
Liam: Oi SeuNome.- ele disse animado enquanto não tirava a atenção do volante-
Você: Oi Liam, o que foi?
Liam: Não recebeu as mensagens no seu celular?
Você: Ah me desculpa, eu não vi.
Liam: Aconteceu alguma coisa?- ele notou que o tom de voz  dela estava diferente-
Você: Não... o que tem as mensagens? Foi você que me enviou?
Liam: Claro que não! São dos nossos pais e eu acho que seu pai acabou de responder a minha mãe, vão se encontrar em meia hora em um parque.
Você: Mas você disse qu...
Liam: Você vem? Estou empolgado!- disse a interrompendo-
Você: Hãm... vou sim. Me passa o endereço do parq...
Liam: Acho melhor se apressar, estou no quarteirão de  trás da sua casa e não gosto muito de esperar.- ele sorriu e mesmo não podendo ver ela sorriu também-
Você: Sério?
Liam: Não, mas chego lá em um minuto.- disse rindo-
Você: Idiota!- riu- Vou dar um jeito de sair e daqui alguns minutos estou ai.- ela disse olhando pra porta fechada de seu quarto-
Liam: Okay, não demore. Nossos pais não esperam e podemos perder boas provas. Beijos.

E ele não esperou que ela respondesse e desligou. SeuNome correu pro seu guarda roupas e escolheu rápido uma roupa a colocando enquanto quase caía, deu uma última olhada no espelho pra ver se estava apresentável e então foi até a porta do seu quarto mas pensou um pouco antes de abri-la e ao contrário do que iria fazer ela a trancou, não queria outra briga com seu pai e nem que ele descobrisse que ela estava saindo com o filho da sua amante. Pegou sua bolsa com a câmera de Judy e seu celular dentro e foi andando até a varanda do quarto, olhou pra baixo pensando em quais ossos seriam os mais fraturados, SeuNome estava com muito medo mas não era tão alto, daria pra encarar. Olhou pra cima pedindo a Deus que a ajudasse, afinal seria por uma boa causa. Ela foi mais pra beirada da sacada e subiu na grade, fechou os olhos e como se não sentisse medo pulou, caiu de quatro no gramado que pra sua sorte era macio e não doeu muito. Ela tentou não gemer de dor e correu até os fundos do quintal onde sabia que não haviam seguranças. SeuNome deu pulinhos tentando alcançar o muro mas era alto demais, ela parou já pensando em desistir e olhou ao redor, resolveu ir até um quartinho de bagunças que ficava perto da área de lazer e entrou lá tossindo por causa da poeira e achou uma escada, era pequena mas iria ajudar pelo menos a chegar na metade do muro e conseguir pular pra rua. Carregou a pequena escada até onde estava antes e posicionou a mesma subindo nela em seguida; conseguiu alcançar o topo do muro e tomou impulso, sentou-se nele e ajeitou a bolsa no ombro e pulou pro outro lado, o impacto não foi tão forte afinal, do lado de fora parecia que era mais baixo. Jogou os cabelos em um ato de vencedora, limpou a calça e em seguida as mãos correndo até o quarteirão de trás da sua casa. Assim que virou a esquina viu o carro de Liam, sorriu andando até lá e quando chegou no mesmo abriu a porta sorrindo.
Liam: Onde você estava?
Você: Fica quieto, você não sabe pelo o que eu passei pra estar aqui agora.- resmungou e fechou a porta do carro-
Liam: Ok, não está mais aqui quem perguntou.- ele deu a partida em rumo ao parque-
Você: Sabe onde é o parque?
Liam: Sei, minha mãe costumava me levar lá quando eu tinha uns dez anos, faz tempo que não vou mas não deve ter mudado de endereço.
Você: - suspirou- Porque resolveu mudar de ideia? Até hoje de manhã não queria mais espionar nossos pais.
Liam: Eu não estava falando sério aquele dia. Eu só estava com raiva, eu prometi a mim mesmo que não iria mais fazer isso só que sou um idiota e não consigo parar, parece que me viciei em ver minha mãe se pegando com seu pai e isso é nojento.
Você: - riu- Então porque se viciou?
Liam: Não sei, se eu soubesse teria te falado.- ela desfez o sorriso, de repente Liam ficou grosso-
Você: O que eu fiz agora?
Liam: Você nada, mas eu fiz.
Você: O que você fez?- ela já estava preocupada-
Liam: Depois eu te falo, agora não é uma hora apropriada.
Você: Vai me deixar curiosa?- ela deu um empurrão nele e se repreendeu mentalmente por ele estar dirigindo-
Liam: Eu não deveria nem ter te contado, já estou arrepiado de arrependimento.- ele suspirou fundo-
Você: O que é? Parece tão grave?- ela ficou nervosa-
Liam: Eu vou te contar, não precisa ficar assim. Só que eu vou contar quando voltar pra casa. Não quero estragar tudo. Tenha paciência!- ele já estava ficando nervoso também-

 SeuNome não disse mais nada e então eles passaram o resto do caminho em silêncio. Ela imaginava milhões de coisas e tentava descobrir em sua própria mente o que Liam queria falar, e, ele apenas achava uma maneira de dizer a ela que sua inimiga o beijou.

Liam Payne P.O.V's
 Tentei parecer calmo o caminho todo mas SeuNome não falava nada e não olhava pra mim e eu sentia o suor escorrer em minha testa e era horrível. Eu estacionei o carro um quarteirão antes do parque e então SeuNome mal esperou que eu desligasse o carro e já saiu batendo a porta com força. Bufei e sai do carro fechando a porta e ativando o alarme. Tentei alcança-la e quando consegui ela sequer olhou pra mim.
Eu: Vai me esperar ou estragar tudo? Eu disse que vou contar!
Você: Tá bom, me desculpa.- se desculpou mas eu percebi que ela não foi sincera-
Eu: Você é uma chata SeuNome, qualquer coisinha e já fica irritada.- agora quem estava irritado era eu-
Você: Ah, cala a sua boca. Não quero falar com você.- disse e entramos no parque-
Eu: Então vá embora!- disse andando agora na frente, vi ela me seguir-
Você: Não pode me deixar aqui!
Eu: Paga pra ver.- disse sorrindo e a provocando-
Você: Vamos combinar assim, eu vou ser uma boa garota e você vai ser um bom garoto me contando o que está entalado na sua garganta quando me deixar no mesmo lugar que me pegou, certo?
Eu: Porque eu aceitaria?
Você: Liam, para de cu doce ou vou ser obrigada a te fazer passar vergonha no meio dessas pessoas todas te socando a cara!
Eu: E você fica linda quando fica brava.- ela cruzou os braços e revirou os olhos me fazendo rir-
Você: - forçou uma risada- Que engraçadão.- ficou séria- Vamos logo.- ela disse pegando em minha mão e entrelaçando nossos dedos e começamos a andar, estava cheio de pessoas que não tinham o que fazer ali- Como vamos achar nossos pais?
Eu: Eles já devem ter chegado, vamos só dar uma volta.

 Começamos a andar na multidão como se fossemos namorados, paramos pra comprar pipoca em uma barraca e SeuNome escolheu uma colorida me fazendo rir e me perguntar quantos anos ela tinha fazendo ela me mostrar o dedo do meio. Depois que compramos continuamos andando e aquilo já estava ficando bem chato, eles não estavam em lugar algum.
Eu: Vamos desistir, eles devem estar em algum motel.
Você: Credo garoto, vira essa boca pra lá.- jogou a embalagem da pipoca no lixo e arregalou os olhos parecendo assustada- Meu Deus Liam, eles estão vindo.
selena marie gomez selena gomez gif
Eu: Onde?- procurei e vi eles conversando descontraidamente vindo em nossa direção, peguei na mão de SeuNome e corri até o primeiro brinquedo que vi, entramos na fila e por sorte entramos rápido, era a roda gigante. Vi que ela arregalou mais seus olhos quando viu que nossos pais entravam na cabine da frente, eu queria gritar pra poder sair dali mas infelizmente se eu fizesse isso seríamos descobertos e isso era a última coisa no mundo que eu queria-
Você: Filma tudo.- me deu sua câmera, eu a liguei e posicionei, a roda começou a subir e me deu um frio na barriga, SeuNome olhava pros dois atentos como se seus olhos fossem uma filmadora e ela guardaria tudo em sua mente-

  Demos algumas voltas e paramos no topo, não tiramos os olhos de nossos pais e SeuNome apertou minha coxa me fazendo quase gemer quando viu que nossos pais quase se beijaram mas o pai dela disse algo como "vamos parra com isso" e SeuNome grunhiu de raiva. Assim que saímos do brinquedo seguimos nossos pais por mais alguns minutos mas eles logo saíram do parque, SeuNome fez a maior cara de decepcionada e me olhou.
Você: O que vamos fazer agora?
Eu: Vamos embora? Acabou e novamente não conseguimos nenhuma prova.- suspirei decepcionado-
Você: Eles quase se beijaram! Já é alguma coisa. Você filmou tudo?
Eu: Filmei, tirei algumas fotos também.- sorri de lado-
Você: Ótimo, bom... não vamos desperdiçar a noite, não é?- sorriu sapeca-

 Ela começou a correr pelo parque e eu corri atrás dela, ríamos alto e as pessoas nos olhavam como se fossemos doentes e éramos, só que de amor. Consegui a alcançar quando ela pisou em um gramado, a agarrei pela cintura e caímos, a abracei e rolamos até um lugar mais plano enquanto ouvia ela gritando palavrões e Deus que me perdoe mas ela ficava mais linda ainda. Quando paramos de rolar eu estava em cima dela e ela me olhava sorrindo como se esperasse que fizesse algo como sair de cima dela, mas então eu tirei uma mexa de seu cabelo de seu rosto e seu sorriso pareceu aumentar, eu a beijei com toda a vontade do mundo, eu poderia ficar a beijando até o meu último suspiro e eu não me importaria de morrer agora. Nos separamos com selinhos e eu sai de cima dela quando vi duas crianças nos olhando com cara de nojo e saíram correndo quando perceberam que estávamos a encarando. Nos olhamos e não aguentando, começamos a rir descontroladamente.
Você: É ótimo estar com você, Liam.- sorriu e se virou pra me olhar-
Eu: também gosto da sua presença.- eu amava-

 Ficamos olhando pro céu e nos beijando por um bom tempo, mas aos poucos o parque foi ficando vazio e nos demos conta que já estava tarde. Nos levantamos e andamos até a saída, fomos abraçados até o carro e eu me perguntava o que eu realmente éramos. Ainda amigos que se beijam ou já havia algo mais sério rolando? Acho que ela também se perguntava isso. Entramos no meu carro e seguimos o caminho quietos, como se nada do que aconteceu a algumas horas tivesse acontecido e então eu me lembrei do pesadelo: agora era hora de contar a ela que Mendy me beijou.

 Dirigi até sua casa e ela me indicou onde não havia seguranças e eu estacionei o carro, ela me encarou e eu a encarei, um olhando nos olhos do outro, nos dela havia um brilho especial mas parecia que estava com medo, eu apenas abria e fechava a boca com medo de contar. SeuNome saiu do carro e eu fiz o mesmo, eu teria que contar a ela ou seria pior se ela descobrisse isso amanhã na escola. Fui até o muro da casa e me encostei nele, não era tão alto.
Você: O que você quer me dizer? Parece tenso.
Eu: Primeiramente, antes de tudo, quero que saiba que eu gosto mesmo de você e hãm... só acho que seja justo que você saiba.
Você: O que é? Fala logo e para de enrolação!- ela se encostou no muro e ajeitou sua bolsa no ombro, eu suspirei, percebi que ela estava se roendo de curiosidade-
Eu: Mendy...- travei e não consegui falar o resto quando vi que na primeira palavra seu sorriso desapareceu-
Você: O que tem ela? Ela te disse alguma coisa ou deu em cima de você?- ela agora tentava parecer calma mas estava nervosa-
Eu: SeuNome, a Mendy me beijou.- ela me encarou séria, fiquei por alguns segundos esperando por alguma reação dela mas não teve. Continuei a encarando e seus olhos estavam marejados, ela gostava de mim e agora eu tinha a prova concreta vendo suas lágrimas presas querendo sair e eu, o idiota, havia quebrado seu coração-
Você: Eu...- sorriu mas estava triste- Eu não sei o que dizer, eu estou tão chateada... você cedeu?
Eu: No começo sim.- ela me encarava atenta- Mas eu a empurrei, foi um beijo surpresa, SeuNome, eu quero que entenda que o que eu sinto por ela é apenas nojo e não quero que isso estrague o que nós temos.- sorri de lado e ela continuava séria-
Você: Não existe "nós". Você me faz ter uma noite maravilhosa, vários risos, beijos e carícias, eu me sinto tão... idiota.
Eu: Eu realmente gosto de você... eu pensei que se eu falasse o que houve você iria entender!
Você: Pensou errado!- agora sim ela chorava- Homens sempre pensam errado, você é como sua mãe.- eu abaixei a cabeça- Eu pensava que você gostava de mim de verdade e agora você me diz que beijou outra, e pior, a garota que eu mais odeio. Liam Payne você foi a pior coisa que aconteceu comigo e se eu tivesse um desejo pra realizar agora eu desejaria nunca ter te conhecido.- ela soluçava e as lágrimas lavavam seu rosto e se ela estivesse de maquiagem estaria com certeza toda borrada-
Eu: Eu só fui sincero com você. Garota, eu te amo desde o primeiro ano do ensino médio, eu sempre te olhava nos intervalos ou quando te via nos corredores. Você nunca me notava e eu achava que você não sabia meu nome, mas aquele dia quando me deu meu livro eu fiquei tão feliz que você sabia. SeuNome todas as noites eu sonhava em te tocar, tocar seus lábios e outras partes do seu corpo, quantas vezes eu não acordei de madrugada tendo um pesadelo de você me dando um fora ou com um maravilhoso sonho em que fazíamos amor, eu sorria feito bobo. Eu amo o jeito que cruza os braços quando está brava ou entediada, amo o jeito como você fica nervosa facilmente, eu amo os seus beijos e amo mais ainda quando você ri das minhas palhaçadas. Mas eu odeio uma coisa em você.- ela chorava mais agora-
Você: O que- sussurrou-
Eu: Suas lágrimas.- toquei seu rosto o limpando-
Você: Porque nunca me disse?!- ela não conseguia parar de chorar-
Eu: Porque não era a hora ainda, a hora é agora SeuNome.- sorri-
Você: Pena que agora, é tarde demais.

 Meu sorriso se desfez, ela deu um pulo e conseguiu subir no muro e me olhou antes de pular pra dentro da casa, ouvi o barulho dela caindo do outro lado, um barulho suave. Comecei a chorar e chutei o pneu do carro soltando alguns palavrões quando senti que doeu. É, eu tinha estragado tudo.
Continua...
Oioi amores! Bom, o que acharam dessa briga? E dessa declaração do Liam? Espero que tenham gostado e muito obrigado pelos comentários <3. Sugestões são sempre bem vindas, até logo!

8 comentários:

  1. Aí meu jesus. Não faça isso comigo. Meu heart. OMJ. Treta Treta. Eita. Aí gente Liam foi Tao fofa Sua declaração s2. Continua logo,to amando essa fic.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aímmeus Deus kkkkk. Sim ele foi, que bom q está gostando amor, vou continuar

      Excluir
  2. eitaaa que tenso isso, continua more <3

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente amo
    Estou com raiva da SeuNome, cara ele se declarou..
    Continua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, mds, ela é muito idiota, vou continuar amor

      Excluir
  4. A SeuNome é muito idiota. Mano, como ela teve coragem de fazer isso depois dessa declaração? Meu Deus. Faz a SeuNomo ficar com remorso, o Liam ta sofrendo muito e ela ta magoada sem motivo. Continua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, concordo com você, ela vai ficar amor, tudo no seu tempo

      Excluir