Moments - Capítulo 07

| | |

I knew you were trouble when you walked in...

Dora Devine

O grito que soltei naquele momento com certeza fez o Japão todinho tremer, pois além de fazer meu próprio ouvido reclamar, vi Eleanor e Danielle tapar suas orelhas dando risada de mim. Mas não era pra menos. O que eu havia acabado de ler naquele papel era, enfim, a realização do meu maior sonho desde criança. Na verdade, era o grande passo para isso. Frida Gianinni que se prepare!

— Acho que neste momento eu sou a pessoa mais feliz de todo o mundo! - eu exclamei sorrindo, me sentando na cama um tanto ofegante pela dança.
— E deveria mesmo, porque isso deu trabalho! - Danielle comentou, me fazendo arregalar os olhos a encarando.
— Foi você? 
— Com uma ajudinha da Eleanor. - ela respondeu alargando o sorriso.
— Vocês estão falando sério? 
— O Josh disse que queria fazer isso por você, mas as provas já haviam encerrado e não teria como entrar, a não ser...
— Que o nome de Harry Styles fosse assinado naquele maldito papel. - Eleanor continuou de onde Danielle havia parado, me fazendo ficar ainda mais surpreendida.
— O Harry?
— Na verdade a One Direction em peso apareceu lá. - Eleanor continuou - Josh entrou em contato para tentar negociar a sua entrada lá antes mesmo de você vir pra cá, mas como a Dani disse, as provas já haviam sido encerradas e só seriam reabertas no começo do ano que vem. Então, nós e os meninos resolvemos ajudar.

Eu simplesmente não tinha palavras para descrever o que eu estava sentindo naquele momento. Não dava mesmo pra acreditar que todos eles se mobilizaram pra me ajudar. Eu estava num momento muito meu naquele instante, mas a frase que Danielle resolveu soltar fez com que tudo parasse por alguns segundos:

— O Zayn também ajudou.

Zayn Malik. Zayn fucking Malik, que diz me odiar mais do que tudo em sua vida, resolveu trocar o seu jogo de vídeo-game, nem que por alguns minutos, para me ajudar. E eu nem estava aqui ainda, nunca havíamos dito uma frase um ao outro sem que um palavrão ou insulto estivesse no meio da sentença. Okay, mundo, já entendi o recado. 

— Dora, tá tudo bem? - Danielle me perguntou, talvez percebendo minha cara de idiota.
— Sim, é só que... Isso é um pouco estranho e inesperado.
— Viu? Ele não é tão ruim assim.
— Tá, pode ser, mas isso não muda o fato de ele ser um completo babaca quando está comigo. Isso não faz o menor sentido pra mim, tipo, qual é o problema dele?
— Dora, esquece isso um pouquinho. Ele é meio fechado e misterioso mesmo, sempre foi, não vai ser agora que ele vai começar a agir diferente, concorda? - Eleanor levantou suas sobrancelhas sugestivamente.
— Não, não concordo. - respondi - Eu queria muito saber o que se passa na cabeça dele, sinceramente, ele é muito esquisito!
— Okay, dreamer, quem sabe um dia, quando estivermos bem velhinhas, de bengala e cabelos brancos, seja possível ler a mente das pessoas. Enquanto isso não acontece, vamos continuar aqui, apenas ponderando.
— Ah, mal posso esperar! - exclamei irônica, pensando no quão triste seria viver num mundo onde podemos ler a mente das pessoas já estando com o pé (ou mais que do que isso, talvez) na cova.

Depois desse assunto, acabamos entrando em outro, que nos levava a outro, e outro e outro, mas Eleanor parecia mais interessada no que estava vendo em seu celular, me fazendo amaldiçoar o aparelho e todas as suas gerações. Eu amo a tecnologia e o que ela nos proporciona, mas conversar era algo bem difícil hoje em dia, vamos combinar. 

Por conta disso, decidi tirar o celular das mãos dela, que reclamou e tentou pegar de volta, mas eu fugi com os olhos presos no título da matéria que ela lia em um site que parecia ser mais um daqueles sensacionalistas, que fazem de tudo pra criar polêmica e gerar o dinheiro que pagava o salários daqueles que estavam por detrás de tudo aquilo. Mas nunca em toda a minha vida me senti tão arrependida.

"Zayn Malik foi visto com uma morena misteriosa após término conturbado com Perrie Edwards. Será que é mesmo o fim de Zerrie?"

Parece que o meu pior pesadelo se tornou realidade. Tudo o que eu não queria era ser mais uma "morena misteriosa" com a qual Zayn foi visto, como sempre acontecia, até mesmo com a coitada da irmã. A primeira foto da matéria era uma em que estávamos ainda em frente a lanchonete hoje mais cedo, seguida por outras em que fomos flagrados andando de mãos dadas. Algumas foram tiradas de longe e de um ângulo estranho, o que dava a entender que estávamos mais próximos do que deveria. 

E pela cara de Eleanor, ela com certeza sabia que aquilo não era nada bom, afinal, ela já estava com Louis há bastante tempo e provavelmente tinha mais experiência no assunto. Danielle, por sua vez, tinha uma expressão de curiosidade e confusão em seu rosto, o que me fez lhe entregar o celular para que ela pudesse compartilhar do mesmo sentimento de pena que Eleanor e eu estávamos de mim.

— O-oh! - ela exclamou, me fazendo largar os ombros junto com um suspiro.
— Isso é tão ruim quanto estou pensando que é?
— Provavelmente. - Danielle respondeu, devolvendo o celular para a dona. - O término do noivado de Zayn foi realmente muito complicado, todos estavam em cima dele o tempo todo e agora, sendo visto com você, com certeza as coisas ficarão quentes novamente.
— Eles são bem rápidos.
— Polêmica dá dinheiro. - Eleanor respondeu, enquanto eu me acomodava novamente na minha cama ao lado delas. Até que um estalo me fez acordar.
— Noivado?
— Você não sabia? - Eleanor perguntou, rindo da minha expressão de susto.
— Eu se quer sabia que ele estava namorando! - respondi ainda abismada. - Quem é ela?
— É integrante de uma girlband chamada Little Mix. - Danielle respondeu, enquanto eu já estava com o celular na mão digitando o nome da banda e o dela no Google.

Eu não estava surpresa, ela era realmente muito bonita. Parecia ser simpática e, pelo fato de suportar Malik tempo suficiente para ficar noiva dele, com certeza eu a considerava uma verdadeira guerreira. O corpo e a fisionomia dela me lembrava um pouco a Barbie, mas de um jeito bom. Olhos azuis, cabelos loiros e um estilo que me fazia sentir uma pitada de inveja. Eu poderia até colar um poster dela na minha parede como inspiração. 

— Ela é muito bonita e, pelas fotos, aparenta ser uma pessoa legal.
— Perrie é um amor de pessoa! - Eleanor elogiou com um sorriso no rosto - É realmente uma pena que eles tenham terminado. Ela e Zayn se davam muito bem.
— Talvez a chatice dele tenha cansado a coitada. - respondi, ouvindo a risada de ambas.
— Ah, Dora, você não tem jeito mesmo! - Danielle comentou, me fazendo rir dessa vez.
— Se você os visse juntos com certeza não pensaria desse jeito.

Pensei naquilo por um momento. Eleanor poderia ter razão, afinal, uma garota bonita como a Perrie poderia conseguir um cara melhor a qualquer momento, provavelmente tem um mundo de homens aos seus pés, mas, por algum motivo que eu não conseguia imaginar qual era, ela resolveu que seria uma boa ideia ficar noiva de Zayn.

Bom, isso não muda o fato de que algum outro motivo os fez terminar o relacionamento. Eu gostaria de dizer que é por causa da arrogância, da chatice ou qualquer outro defeito (dentre muitos) que ele tem, mas minha consciência gritava a mesma frase que Eleanor segundos atrás. Quer dizer, nunca tive uma conversa relevante com ele, na verdade, nenhum dos dois se deu essa chance, então há a possibilidade de eu realmente não conhecer esse lado dele que todo mundo comenta. 

Mas isso também não muda o fato de que ele não faz questão de tentar fazer o mesmo comigo, então acho mesmo que não valha a pena tentar. Okay, voltamos a estaca zero.

Depois de perceber que eu provavelmente estava assustando as meninas com a cara apertada que eu estava fazendo (juntando as sobrancelhas e torcendo o nariz e a boca), eu resolvi que era hora de parar de pensar naquilo e viver minha vida como eu venho fazendo nos últimos dias. Ou pelo menos tentar.

Decidimos que iríamos descer, mas antes que eu pudesse se quer me levantar da minha cama, vi um corpo magro atravessar a porta do meu quarto como um furacão, me assustando e fazendo com que meus olhos logo se tornasse maiores. Juntei as sobrancelhas ao perceber quem estava pisando com aquele sapato sujo no meu quarto: Zayn Malik - e com uma cara de quem andou chupando limão.

— Você pode me dizer que porcaria é essa? - ele falou grosso, fazendo meu sangue subir num minuto e eu prender as palavras em minha garganta.
— Primeiro eu gostaria de saber quem autorizou sua entrada no meu quarto. - eu falei me levantando da cama, sentindo o olhar das meninas em mim.
— Foda-se se eu pedi permissão ou não, você quer foder com a minha vida! - ele respondeu passando as mãos pelo rosto, aparentemente muito nervoso. Juntei novamente minhas sobrancelhas, mas agora em sinal de confusão.
— O que? Você bebeu? Se drogou?
— Responde a merda da minha pergunta!

Eu sinceramente não tinha ideia do que ele estava falando, então permaneci calada com minhas sobrancelhas juntas, esperando ele falar alguma coisa que fizesse sentido. Irritado, ele me entregou o celular e eu logo peguei, querendo entender o que diabos estava acontecendo. Percebi que na tela estava o mesmo site que eu havia visto no celular de Eleanor. Na mesma matéria. 

Ainda meio confusa, subi a tela e comecei a ler o que estava escrito, me surpreendendo com a quantidade de mentiras que haviam ali. Por um segundo eu me perguntei como alguém tinha coragem de publicar uma matéria tão podre como aquela ali, me difamando completamente com algo que eu definitivamente não disse e nunca diria.

"Neste domingo, 19, Zayn Malik do One Direction foi visto de mãos dadas com uma moça. Depois do término de seu noivado com Perrie Edwards, da banda Little Mix, essa é a primeira vez que o vemos num momento íntimo com outra. Pela cara dela (uma foto minha inserida bem aqui) parece ser uma boa moça e perfeita para Zayn, assim como sua ex-noiva, mas se mostrou completamente diferente. Depois de ouvir o paparazzi, curiosos, procuramos contatar a tal morena misteriosa para uma rápida entrevista, só para esclarecer essa história. Ela encontrou uma boa justificativa por ter quebrado o instrumento de trabalho de um paparazzi:

ET: Porque você atacou o paparazzi?
— Porque eu ataquei? Não é óbvio? É horrível não poder sair com meu namorado sem que todos citem o nome da vaca da ex dele! Eu estava irritada!

Segundo o paparazzi, Malik incentivou para que sua namorada o atacasse e, sabendo do que ele foi capaz de fazer com a própria noiva, não duvido que ele tenha achado graça em toda aquela situação. Parece que o nosso garoto favorito do One Direction está finalmente mostrando a que veio, huh?"

— Agora me responde, Dora, porque você inventou toda essa história? Ou melhor, porque você cedeu essa maldita entrevista? - ele perguntou assim que percebeu que eu havia terminado de ler. O encarei incrédula.
— Você está mesmo acreditando em toda essa porcaria? Malik, você estava lá, você ouviu muito bem o que eu disse! 
— Eu estou falando da entrevista, Dora! Me responde!
— Não dei porcaria de entrevista nenhuma, você por acaso é idiota? Não está vendo que essa merda de matéria é completamente inventada? - eu praticamente gritei, jogando com raiva o celular contra seu corpo - Que merda, Malik! Você sofre de Alzheimer? Eu fiz tudo aquilo pra te defender, deveria me agradecer!
— Eu já disse que eu não pedi pra você me defender. - ele respondeu seco - Você fez aquilo porque quis. Se estivesse andando como pedi pra você fazer nada disso estaria acontecendo! - ele estava vermelho de tão nervoso, mas com certeza não chegava nem perto de como eu estava me sentindo naquele momento.
— Quer saber? Foda-se. Foda-se você, quero que se exploda! E se surgir alguma entrevista eu faço questão de falar o quanto você é ridículo e babaca!  

Com a raiva me tomando, gritei usando praticamente todo o ar que havia em meus pulmões, o empurrando com toda a força antes de sair do quarto e descer as escadas com pressa. Pude ver que ele veio descendo e gritando o meu nome atrás de mim, o que me deixou ainda mais irritada. Mas antes que eu pudesse sair de casa para andar por aí, como achei que seria apropriado fazer, vi um par de olhos bem conhecidos me encarando do outro lado da rua, o que me fez parar de supetão.

No segundo seguinte, senti o corpo de Malik se chocar contra o meu por conta da minha parada repentina, mas permaneci imóvel. Meus olhos estavam um tanto arregalados e meu coração acelerado, tanto pela raiva que eu estava sentindo por conta de Malik quanto por ver quem estava bem ali, na minha frente. "Eu preciso fazer alguma coisa."

Antes mesmo de eu começar a pensar alguma coisa, vi um corpo passar por meus olhos, me tirando a atenção. Saindo do transe, vi os olhos de Malik ir de encontro aos meus, mas sua expressão era de completo desconforto. Ele agarrou meu rosto com uma delicadeza desconhecida por mim até então e vi seu rosto se contorcer numa careta.

— Meu amor, por favor, me perdoa.

A voz de Malik, alta o suficiente para que Pedro escutasse, me fez finalmente perceber o que estava acontecendo. Ele estava encenando. Me ajudando mais uma vez. E eu não pedi. Apesar de estar chateada e com raiva do ser na minha frente, eu o empurrei teatralmente (mas a vontade era completamente verdadeira), o fazendo descer cambaleando os poucos degraus da escada que o afastavam do chão firme.

— Isso não tem desculpa! - fingi uma tristeza sem tirar os olhos de Malik.
— Dora, por favor, não faz assim! - ele voltou alguns degraus para cima e puxou meu corpo para perto do seu, fazendo um pequeno frio na barriga me avisar que eu estava tão carente que alguém tão repugnante como Malik conseguiu fazer meu corpo reagir. Olhei de relance para Pedro, vendo que ele estava atento a cena. Voltei a olhar para Malik.
— O que eu posso fazer pra você me perdoar?
— Nada. Você não merece meu perdão.

Eu estava pronta para entrar em casa e acabar com aquela cena assim que virei as costas, mas a mão firme de Malik me fez voltar e tropeçar alguns degraus até cair contra o seu corpo, fazendo-me ficar perto demais dele. No mesmo instante, senti algo que eu pensei que nunca na minha vida sentiria: os lábios dele contra os meus. 

BEIJO?
Sinceramente, pensei que iria demorar mais para postar esse capítulo, mas foi mais rápido do que eu pensei, né, fazer o que? Mas de qualquer forma, espero que vocês tenham gostado desse capítulo e que estejam ansiosos pelos próximos, porque, pelo jeito que esse aqui acabou, você já devem imaginar o que vai acontecer, huh? Comentem, okay? Fiquem com Deus e até a próxima atualização xoxo

13 comentários:

  1. já pode continuar <3 tá tão dahoraaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vou continuar sim amor, pode deixar, vou postar hoje ainda, certo? (:

      Excluir
  2. Amandoooo

    Continuaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada meu anjinho, vou continuar sim, hoje mesmo! (:

      Excluir
  3. Por favor continua logo ,estou muito ansiosa !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma moça, vou postar, segura esse forninho hahahahaha Logo o capítulo vai ao ar, okay?! (:

      Excluir
  4. Maria Eduarda Zancanelo24 de junho de 2015 20:00

    Menina. Que perfeito. Adoro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada baby, me deixa feliz saber que a história está agradando! ♥ (:

      Excluir
  5. Respostas
    1. Abraço virtual enviado com sucesso! ✓
      hahahaha Obrigada, meu amor ♥

      Excluir
  6. Mais ou menos qual o tempo de intervalo dessa fic ?? Voçe ta demorando muito pra posta o próximo capítulo ! Num faz isso comigo não! Assim voçe me mata de ansiedade >> POR FAVOR,POSTA OS OUTROS CAPÍTULOS LOGO <<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho um tempo definido anjo, mas acho que demoro uns dois ou três dias para postar, porque acho chato postar logo de uma vez, sabe? Gosto quando rola um suspense hahahahaha Mas, de qualquer forma, eu já postei o capítulo 8 anjo e logo vou postar o outro, certo? Morre de não, logo sai hahahaha <3

      Excluir