The Traitors - Capítulo 07

| | |

Capítulo sete - Você está com paixonite

Narrador P.O.V's
 SeuNome estava dez minutos atrasada, não havia dormido bem a noite e estava com a mente em Liam. No beijo. O garoto não havia dado trégua nas mensagens de madrugada então ela supôs que ele também estivesse meio nervoso ou envergonhado por ter sido assediado por ela. SeuNome não respondeu nenhuma mensagem dele e não retornou as ligações, achou melhor ficar quieta até chegar a hora certa de falar o que queria e talvez seu atraso agora poderia ter sido proposital. Foi até o corredor em que ficava seu armário e assim que chegou se encostou nele, a cena do beijo já estava ficando irritante mas não saia de sua cabeça por mais que ela queria parar de pensar naquilo. Abriu seu armário atordoada deixando seus livros caírem no chão, imaginou algum garoto vindo e a ajudando a pegá-los e então o garoto tornou-se Liam, ela resmungou, não conseguia parra de pensar no nele.
Xxx: Isso não são horas de estar no corredor, White.- ela se levantou com os livros na mão e fechou a porta do armário, era a senhora Marks-
Você: Me desculpa, eu me atrasei hoje.
Sra.Marks: Só hoje?- cerrou o olhar, SeuNome então pensou em uma coisa maluca, mas precisava desabafar e não viu outra escolha já que Sra. Marks era a conselheira da escola-
Você: Será que você tem um minuto pra mim agora? Preciso desabafar.- sorriu sem graça, Marks pareceu bem animada, afinal ninguém queria ouvir seus conselhos malucos-
Sra.Marks: O que?- disse animada- O que estamos esperando,? Vamos logo ajudar uma garotinha indefesa!- sorriu animada e começou a andar-

 SeuNome por fim nem pegou seus livros, e foi seguindo Sra. Marks que tagarelava sem parar, isso é sinal de quando alguém está feliz mas no caso de Marks não dava pra saber como estavam suas emoções, ela tagarelava o tempo todo. Chegaram na sala dela que abriu a porta pra SeuNome entrou em seguida fechando a porta.
Sra.Marks: Então... pode se sentar ai.- apontou pra uma cadeira que ficava em frente a sua mesa- O que está acontecendo?- ela pegou uma caneta e ficou a apertando fazendo um barulho irritante, SeuNome a olhou estranho e ela parou sem graça- Então?
Você: Eu beijei um garoto.
Sra.Marks: E o que isso tem demais... ah já sei, você curte vaginas não é? - SeuNome se assustou- Não se preocupe, você vai se decidir com o tempo, ou ser como esses jovens que não conseguem se decidir e são bissexuais.- sorriu-
Você: Não, eu não sou bi, eu gosto de homens!- se esclareceu-
Sra.Marks: Então o que tem demais nisso? Ele beija mal?
Você: Senhora Marks e...- ela interrompeu-
Sra.Marks: Por favor, me chame de Valerie, ou Val como preferir, nunca gosto que me chamem de senhora, me faz parecer velha.- suspirou- Então, já que não é bi você e ele foram até os finalmente? Você sabe do que estou falando não sabe? É...
Você: - arregalou os olhos- Não! Eu sou virgem!
Valerie: Entendo, entendo.- parou com o gesto obsceno- Então o que te trás aqui?
Você: Eu não queria ter beijado ele, foi um impulso e agora estou com medo de ele não querer mais falar comigo ou olhar na minha cara, eu preciso dele... por mais que tenhamos contato a apenas alguns dias eu gosto dele, mas como amigo.
Valerie: Então porque você beijou ele?
Você: Eu não sei, os lábios dele pareceram me atrair, eu realmente não queria.
Valerie: Hum... você está com paixonite.
Você: Por Deus o que é isso?- ela estava confusa-
Valerie: Começo de paixão.
Você: Não, não estou, não é possível que eu esteja, isso me deixa atordoada, você tem que fazer alguma coisa!- ela estava desesperada-
Valerie: E o que eu posso fazer? Te levar em uma boate cheia de gogo boys? As pessoas não mandam no coração, SeuNome e isso pode ser doloroso e lindo. Se acha que vocês tem que ser só amigos diga a ele, pode machuca-lo mas vai prevenir os dois de sofrerem mais tarde.- sorriu, SeuNome estava sem palavras-
Você: Obrigada Val, foi um ótimo conselho.
Valerie: Sério?- pareceu surpresa-
Você: Sim, vou segui-lo, obrigado, Val.- sorriu pegando sua mochila e se levantou-
Valerie: Sempre que precisar eu vou estar aqui, SeuNome.- sorriu-

 E então SeuNome saiu da sala de Valerie, faltava ainda alguns minutos pro sinal da segunda aula tocar então ela resolveu ir falar com o senhor Hughes, não sabia de o porque estar indo até o abatedouro mas sentia que precisava. O corretor do abatedouro não era muito iluminado, lá perto havia uma sala que ninguém usava, exceto os alunos mais safados que gostavam de ir até essa sala pra dar uns amassos quando o senhor Hughes não estava, nenhuma autoridade da escola sabia da sala da pegação, apenas os alunos mas era melhor não arriscar pois sempre que o senhor Hughes estava parecia que os outros funcionários ficavam mais atentos a tudo. Quando chegou na porta do abatedouro suspirou e levantou uma de suas mãos com o punho fechado delicadamente para bater na porta, mas a mesma se abriu na hora, revelando Judy sorridente.

 Ao contrário do que pensou, o sorriso no rosto de Judy não desapareceu, SeuNome deu um passo pra trás e Judy fechou a porta do abatedouro, SeuNome ouviu senhor Hughes tossir, engoliu em seco. Judy pulou em cima de SeuNome a abraçando forte e ela não teve outra reação a não ser abraçar a amiga também, as duas riam feito bobas.
Você: O que houve? Pensei que estava com raiva de mim.- disse feliz, Judy apenas riu-
Judy: E eu estou, quer dizer, estava até agora. Recebi a excelente notícia de que vou voltar pro jornal.- as duas deram pulinhos, pareceu que nunca haviam brigado-
Você: Eu vim aqui justamente ver se ele te colocava de volta.- elas começaram a andar-
Judy: Ele disse que uma mulher ligou dizendo que se ele não me colocasse de volta iria perder a escola pro conselho.- SeuNome sorriu-
Você: Ele disse o nome dela?
Judy: Não, mas o sobrenome é White.- Judy sorriu e parou de andar- Porra SeuNome!- abraçou a amiga de novo e assim que saíram do abraço Judy suspirou- Me desculpe ter dito aquelas coisas pra você ontem, eu estava fora de mim, o jornal é tudo o que importa pra mim e você sabe.- sorriu de lado-
Você: Não, tudo bem... sei que só disse da boca pra fora.- elas sorriram juntas. Era sempre assim, não importa o que uma falava pra outra, elas sempre seriam melhores amigas e ponto final. Só faltava Beck, mas a coitada estava quebrando a cabeça em um teste de matemática no exato momento- O que está planejando?- viraram um corredor e encontraram um banco, se sentaram nele-
Judy: Planejando o que?
Você: Pra se vingar da Mendy, porque a culpa de você ter saído foi toda dela e de suas manipulações com o resto da turma, você tem que se vingar.
Judy:- sorriu maldosa- Tem razão, e se eu escrevesse uma notícia falando mal de alguém e colocasse pra impressão sem ela ver... sei lá eu poderia assinar com o nome dela no final.
Você: Vai ser ótimo, me deixe atualizada.
Judy: E você vai estar.- disse animada- E como andam as investigações com o Liam?
Você: Você não vai acreditar.
Judy: Ai meu Deus, o que ouve?- pareceu espantada-
Você: Eu e Liam nos beijamos.- Judy abriu sua boca surpresa- Eu o beijei pra ser sincera, eu não quis, foi um momento de fraqueza sabe, os lábios dele me pareceram tão convidativos.
Judy: Meu. Deus.- falou pausadamente- Eu realmente nunca imaginei vocês dois juntos! Isso é incrível, formam um ótimo casal.
Você: Para! Não estamos namorando!
Judy: Que pena.- riu- Ele beija bem?
Você: Sim, quer dizer, não! Está me deixando confusa, fica quieta.- a empurrou de leve e o sinal tocou-
Judy: Já contou pra Beck?- se levantou-
Você: Ainda não, nem tive chance.- continuou sentada-
Judy: Acho melhor falar logo, ela não gosta de ser a última a saber das coisas.
Você: É... eu sei.- suspirou-
Judy: E com o Liam, já falou?
Você: Ainda não, não quero parecer grossa demais.
Judy:- bufou- Fala logo então se vão ficar mais vezes ou se você não quer mais, não tente parecer meiga nem grossa demais, seja direta. Fale e saia andando.
Você: Não é tão simples, eu senti algo mais.
Judy: Então diga que quer mais vezes.- o corredor se encheu de alunos, Judy se sentou novamente-
Você: Mas eu não quero.- revirou os olhos-
Judy: Se ficar se fazendo de difícil ele vai partir pra outra. Preciso ir agora, o jornal me espera!- disse animada e saiu andando deixando SeuNome sozinha-

 Ela estava confusa, não sabia o que fazer. Então, resolveu seguir seus instintos, o que desse vontade de falar na hora ela falaria. E seja o que Deus quiser.

SeuNome P.O.V's
Algumas aulas depois | Hora da saída | Calçada da escola 13:26PM
 Não era tão fácil quanto parecia. Eu havia treinado em frente ao banheiro da escola, com Beck e com Judy e não havia conseguido, sem contar que Beck ficou uma fera por eu estar iludindo o garoto, mas eu não estava iludindo ele, foi uma coisa espontânea e sem pensar que ambos gostamos... bom eu acho. Não havia visto Liam a manhã inteira então presumi que ele estava fugindo de mim e do assunto o que era bom e ruim ao mesmo tempo, eu queria falar com ele e encerrar o assunto. Beck e Judy já haviam ido embora e agora tinham poucas pessoas em frente a escola esperando seus pais ou o ônibus escolar para irem embora. Suspirei pela milésima vez em minutos e então eis que ele aparece. Liam Payne, o garoto idiota que beijei ontem com aquele topete de matar qualquer garota vinha em minha direção cumprimentando quem visse pela frente, não era legal ele ser tão popular... ou mais popular que eu. As pessoas presam por popularidade, eu não ligo, mas elas observam e se um popular falar com uma quase ninguém como eu é a maior falação, mas como disse antes, eu não ligo.
Liam: Oi.- finalmente parou ao meu lado, fiquei sem jeito-
Eu: E ai.- fiz um gesto com a cabeça-
Liam: Hãm... tudo bem?
Eu: Está, e com você?- eu não conseguia olhar pra ele-
Liam: Sim...- suspirou- Não, não está.
Eu: O que houve?
Liam: Eu quero saber porque me beijou ontem.
Eu: Ah... eu... eu não sei, eu agi por impulso, talvez em um momento de carência mas eu realmente não queria. Quer dizer eu queria mas... ah você entendeu.
Liam: Não.- fez negativo com a cabeça-
Eu: Eu acho que o que fiz, ou fizemos eu não sei direito, foi errado e que não vai acontecer de novo, temos que nos concentrar apenas em investigar nossos pais não ficar nos agarrando por ai.- suspirei, me sentia aliviada-
Liam: O que? Você me beija, não responde minhas mensagens nem retorna as minhas ligações, me deixa preocupado e sem dormir a noite pra me dizer isso?- ele contava os motivos nos dedos-
Eu: Eu não quero confundir as coisas.
Liam: Mas já confundiu, tá legal?- ele estava nervoso-
Eu: Me desculpa senhor estressadinho.- me irritei e cruzei os braços nervosa- Eu não queria ter beijado você! Eu não queria falar com você, eu não queria que meu pai fosse amante da sua mãe. Você está confundindo as coisas.- ele me olhou sério, franziu a sobrancelha com minha palavras e agora pareceu indignado-
Liam: Não diga que não significou nada pra você.
Eu: Não significou.- disse olhando nos olhos dele, eu mentia, se não tivesse significado nada eu não estaria nervosa e confusa como antes-
Liam: Está mentindo.
Eu: Não, não estou.- menti novamente-
Liam: Tudo bem então.- ele balançou a cabeça devagar, estava com raiva. Um carro parou e ele olhou mas logo colocou seus olhos em mim novamente- Eu estou fora desse negócio de investigação.- ele falava baixo- Se você quiser continuar continue sozinha, não quero mais saber se minha mãe é mesmo uma vadia ou não, tudo já aponta que é mesmo.- sorriu sarcástico-. Espero que consiga dar conta.- eu abri a boca pra resmungar mas ele abriu a porta do carro, tinha um homem lá dentro, presumi ser o pai dele- Tchau SeuNome, passar bem.- ele fechou a porta do carro que logo em seguida partiu.

Continua...
Oi pessoal, espero que estejam gostando, agora estou mais confiante. O que acharam do Liam bravo? O que acharam da SeuNome com começo de "paixonite"? E da Judy ter voltado pro jornal, o que acham que ela vai fazer com a Mendy? haha. Espero que tenham gostado amores, até breve. Sugestões são sempre bem vindas.

6 comentários:

  1. quero pov's do Liam pra saber como ele tá se sentindo. Continua rápido,to adorando.

    ResponderExcluir
  2. ideeeem, também quero pov's do Payne, e continuaaa tá tão top

    ResponderExcluir
  3. Adorei o Liam bravo cara kkkkkkkkkk a SeuNome com paixonite já tava na hora. Mano que dó do Liam. Estou amando. Continua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. particularmente eu também adorei, já estava na hora mesmo. Também fiquei com um pouco de dó mas ele também é safadenho. Que bom que está gostando amor, vou continuar <3

      Excluir