The Traitors - Capítulo 05

| | |

Capítulo Cinco - O abatedouro

SeuNome White P.O.V's
 Me assustei ao ver Judy daquele jeito, sua voz estava diferente e ela parecia estar possuída mas logo descobri o motivo: ela estava tomando refrigerante. Judy tem uma coisinha estranha que se toma muito refrigerante ou ingere muito açúcar ela fica incontrolável e o único motivo de ela estar tomando aquilo era por estar nervosa e pela cara dela e pelo jeito como bufava tenho certeza que era comigo.
Judy: Você está ficando louca?- andou até mim e me puxou pelo braço- Desculpa Liam, tenho um assassinato para cometer.- sorriu e saiu me puxando-

Eu estava morrendo de medo, não sabia o que tinha feito e Judy nunca tinha agido assim. Liam acenou com uma expressão estranha e eu quase pedi socorro a ele. Ela me puxou até a saída daquele corredor que até agora eu não sabia da existência e me empurrou para a parede.
Judy: Onde acha que ser vista com dois garotos por ai vai te levar! Mendy já está sabendo e pensa que você está com Liam e Matt ao mesmo tempo.
Eu: O que? Eu vou lá!- disse andando de volta até aquele corredor-
Judy: Você.- me puxou de volta- Não vai a lugar nenhum!- tomou um gole de seu refrigerante, comecei a andar pro corredor dos armários, ela me seguiu-
Eu: Não fiz nada demais, eu só conversei com Liam e depois Matt apareceu e eu fui até o campo de futebol com ele.
Judy: Espera, você estava conversando com o Liam e depois foi vista por várias pessoas com o Matt, olha SeuNome, acho melhor tomar cuidado, não quero ficar sabotando o jornal da escola pra tirar sua fama de vadia. Tem fotos de você entrando na sala do zelador com o Liam, toma cuidado.
Eu:- parei de andar- Eu vou lá!- me virei e comecei a refazer o trajeto que tínhamos acabado de fazer, Judy bufou e me puxou de volta-
Judy: Você não vai a lugar nenhum! Olha eu já vou dizendo que se colocarem algo sobre vocês na edição de amanhã eu não vou ser a culpada porque vocês dão mole pras pessoas, vocês sabem que as pessoas que fotografam e que escrevem na redação não tem o menor pingo de pena.- ela disparou tudo de uma vez, peguei a latinha de refrigerante da mão dela e dei um gole, logo depois joguei na lata de lixo em que passamos-
Beck: O que está acontecendo? Posso ver o pânico em seus rostos.- fez voz de narrador de filme de terror, a olhei não achando a miníma graça-
Eu: Amanhã você vai saber.

 Eu só estava com medo da reação dos meninos, eu estava com medo de além de tudo, eu levar a fama de uma coisa que não sou. Péssimo jeito de ser conhecida na escola.


Narrador P.O.V's
Dia seguinte | Escola | 7:16AM | Corredor principal
 Na escola todos estavam eufóricos enquanto liam as notícias no jornal da escola, os comentários da vez eram o triângulo amoroso que SeuNome estava vivendo. A garota havia acabado de sair do carro do pai e bateu a porta com a sua pior cara de sono, andou lentamente até a entrada da escola até se lembrar que ela iria ser o centro de todas as atenções de hoje, e, do resto da semana, talvez do mês, ou do ano. Nunca se sabe pois na escola sempre acontece coisas absurdas que chamam a atenção das pessoas e elas imediatamente esquecem o assunto anterior.

 Mal pisou no pátio principal e foi puxada por Beck, ela corria pelo corredor puxando sua amiga que estava sem entender nada.
Você: PARA DE ME PUXAR, PORRA!- gritou e suspirou- O que está acontecendo?- se acalmou-
Beck: Liam e Matt estão discutindo por sua causa.
Você: O que?
Beck: Vem logo!- voltou a puxar SeuNome que não se importou, sua mente estava ocupada em processar o porque dos dois idiotas estarem brigando por ela. Ah, lógico, a notícia do jornal da escola que já começou a arruinar sua vida-

   Assim que chegaram no local onde Liam e Matt estavam discutindo, SeuNome se desgrudou de Beck e foi correndo até lá empurrando todos que ela encontrava em sua frente, abriu espaço na rodinha e ela ouviu xingamentos, mas não se importou.
Você: O que vocês idiotas pensam que estão fazendo?
Liam: Eu? Eu não estou entendendo nada, esse idiota que veio me empurrando dizendo alguma coisa de pegar a garota dele!- disse aparentemente nervoso-
Matt: Talvez isso te explique alguma coisa seu idiota.- jogou o jornal em Liam que o pegou e leu a notícia que estava na primeira página-
Liam: Quem dera isso fosse verdade.- desafiou Matt que fechou os punhos o olhando com ódio, SeuNome tomou o jornal de Liam rasgando a folha-
Você: Eu não sou a garota de ninguém!- apontou o dedo pro rosto de Matt- E você cala a boca.- apontou pra Liam-
Matt: Não é o que estão dizendo aqui, não é mesmo?
Você: Eu nunca fiquei com o Liam.
Liam: Quem dera tivesse ficado.- provocou-

  Matt não aguentava mais uma provocação sequer, empurrou SeuNome que foi segurada pela multidão que assistia a briga e foi pra cima de Liam que já estava com suas mãos fechadas em punhos, acertou o rosto de Matt com um soco forte, ele gemeu de dor mas se recuperou rápido e foi novamente pra cima de Liam e deu um soco em seu rosto.
 Os dois caíram no chão, SeuNome se recuperou e tentou separar os dois, Matt agora apanhava de Liam que não tinha dó de distribuir socos no garoto. SeuNome tentou puxar Liam que estava fora de si dando socos e resmungando xingamentos para ele.
Xxx: PAREM JÁ COM ISSO!- uma voz grossa gritou, SeuNome agradeceu ao mesmo tempo que queria que não fosse aquele cara que tivesse aparecido, era o diretor. Sr. Hughes. Negro, alto e causava medo em todo mundo. Em um empurrão ele separou Liam de Matt, os dois estavam com os rostos ensanguentados, o diretor olhou para os três envolvidos na confusão- O QUE ESTÃO OLHANDO, TODOS, JÁ PRA SALA!- gritou- E vocês três vem comigo.- apontou para eles que engoliram em seco. Seguiram o diretor que andava rápido na direção da sua sala mais conhecida como abatedouro, ninguém gostava de ir pra lá e só aprontavam quando ele não estava na escola, o que era muito raro. Assim que chegaram ele abriu a porta com força e entrou primeiro resmungando, os três entraram, Matt foi o último então fechou a porta com medo, seu rosto latejava- O que vocês pensam que ESTÃO FAZENDO?- ele começou calmo, mas pareceu se irritar de uma hora pra outra- Sabe o que eu quero fazer com vocês?- apontou pros três que acabaram de se sentar nas cadeiras que ficavam em frente de sua mesa- EU QUERO BATER EM VOCÊS! Isso aqui é uma escola não um ringue! Se eu pegar vocês três metidos em encrenca de novo eu vou EXPULSAR VOCÊS DA MINHA ESCOLA!- ele alternava sua voz entre calma e depois berrava bravo- Vamos, comecem, qual o motivo de toda essa violência?- ele se sentou em sua cadeira, se acomodou e olhou para os três, Liam se atreveu a começar a falar.-
Liam: Senhor Hughes, saiu uma notícia no jornal da escola sobre ela estar saindo com nós dois, mas isso não é verdade.- o diretor riu, eles ficaram amedrontados-
Sr.Hughes: Quer dizer que vocês estavam brigando por causa dessa garota? Brigar por mulheres é a coisa mais idiota que um homem pode fazer na sua vida.- SeuNome se sentiu ofendida- Elas não estão nem ai rapazes.
Você: Eu estou ai sim!- disse de forma engraçada, os meninos seguraram o riso- Eu estou levando fama de vadia na escola toda e é tudo culpa do jornal da sua escola, já que quer tanto uma escola boa deveria ver quem faz as notícias e o que escrevem nelas.- disse nervosa, o diretor cerrou o olhar, ela se sentiu arrependida- Me desculpe.
Sr.Hughes: Não, ótima ideia, vou ir ver o jornal hoje.- seu tom estava normal- Mas se eu pegar vocês três em mais algum ato de violência ou qualquer um outro que violam as regras da escola, eu vou expulsar os três e nunca mais vão pisar nessa escola, estão me ouvindo?- apontou o indicador para os três-
Matt: S-sim.- gaguejou-
Sr.Hugues: Dessa vez não vou dar nenhuma punição a vocês, mas espero que entrem na linha, se querem brigar, vão pra rua. Estão dispensados.- disse começando a anotar algumas coisas em um caderno de capa preta, eles se levantaram e saíram da sala, SeuNome fechou a porta, Liam a encarou e saiu dali a deixando sozinha com Matt, ela o encarou feio e começou a andar-
Matt: Qual é SeuNome, o que eu fiz?
Você: Me fez vir pra diretoria, eu te odeio Matt.
Matt: Mas eu não fiz nada!- a segurou-
Você: Se você não tivesse feito nada não estaria com o rosto assim, qual é? Não tente me convencer que não fez nada pois foi você quem partiu pra cima do Liam primeiro e ainda me deu um empurrão que, se não fosse a multidão me segurar não quero nem imaginar o que seria de mim agora.- disse quase sem fôlego-
Matt: Mas ele me provocou.
Você: Não, não foi ele. Quem provocou tudo isso foi eu.
Matt: Não precisa se culpar.
Você: Ah cala a boca.- falou nervosa e começou a andar rapidamente, Matt ainda estava em sua cola, ela chegou ao corredor principal, ele parou em sua frente a impedindo de continuar a andar- O que é?
Matt: Olha, me desculpa, não gostaria que isso tivesse acontecido, nem que se culpe por eu ou o babaca do Liam termos um olho roxo. Me desculpa... eu te amo.- sorriu, seu dente estava manchado de sangue-
Você: O que existiu ou existia entre nós acabou aqui, eu não quero ficar com alguém violento como você. E não me procura mais, porque eu não quero mais olhar pra sua cara.
image
Matt: SeuNome...- disse quando ela começou a andar, as palavras rudes de SeuNome não deixaram que ele se movesse e corresse atrás dela, ele sentiu uma pontada no coração por ter decepcionado ela, mas ela também estava triste, não queria romper sua amizade com ele, só estava com raiva demais para falar as coisas com calma ou de um jeito diferente- O que foi que eu fiz...

Judy Clark P.O.V's
 Cheguei na escola atrasada, não queria ver a confusão que iria dar envolvendo SeuNome. Eu não gosto de brigas, não sou como a maioria dos adolescentes que gostam de ver porrada toda hora, sou mais na minha nessas horas. Eu já havia perdido a primeira aula, então resolvi ir até o jornal dar uma olhada no que acontecia, passei pela sala de distribuição de atividades e parei em frente dela, algo me dizia que eu deveria entrar e ver se tinha algo útil pra fazer ali. Sorri para a velha que fazia as inscrições dos alunos nas atividades. Meus olhos pararam na ficha de auto-ajuda para os alunos que tinham problemas o que era o meu caso. Sorri e anotei meu nome mas senti que ainda sim faltava algo. Parei e fiquei olhando meu nome, lembrei de SeuNome e o que ela estava passando com seus pais e resolvi inscrevê-la também, ela não iria se importar, anotei o nome de Beck também só pra ela não ter que ficar sozinha enquanto estávamos nas sessões. Sorri e coloquei a ficha em cima da mesa e agradeci a velha que sorriu mostrando sua dentadura, me perguntei se ela não deveria já estar aposentada.

 Assim que sai da sala e virei para começar a andar pelo corredor trombei com um garoto, era amigo do tal Liam. Ele levantou seu olhar pra mim e sorriu.
Niall: Me desculpa...- pareceu sem jeito- Sou Niall e você é Judy, não é?
Eu: Sim, sou eu, porque?- perguntei desconfiada-
Niall: Ah, nada, já ouvi falar de você.- sorriu-
Eu: Bem ou mal?
Niall: Um pouco dos dois.
Eu: Eu deveria saber.- forcei um sorriso- O que faz aqui?
Niall: Vou ver algumas sessões de auto-ajuda pra mim e pros garotos, Liam esta com problemas com a família e eu e os meninos estamos ajudando ele.- ele arregalou os olhos como se estivesse falando demais-
Eu: Problemas é?- perguntei desconfiada de Liam ter contado que a mãe dele e o pai de SeuNome eram amantes-
Niall: Você não tem problemas? Eu tenho problemas, nossa que coincidência.- disse nervoso, eu ri, Liam chegou, parecia cansado e estava um pouco suado-
Liam: Hey, você viu a SeuNome?- reparei seu olho roxo e inchado-
Eu: Não, eu não vi, parabéns pelo olho.- ele revirou os olhos-
Liam: Obrigado, hey cara tudo bem?- disse para Niall que fez sinal positivo com a cabeça- Você viu a SeuNome?
Niall: Não eu n...
Liam: Obrigado cara.- deu tapinhas no ombro de Niall e saiu apressado dali-
Eu: Pelo jeito o assunto é sério.- olhei pra Niall e cruzei os braços-
Niall: É né.- ajeitou a alça de sua mochila, nos encaramos por alguns segundos-
Eu: Preciso ir.- disse quando vi que ele estava sem assunto- Até outra trombada, gênio.- sorri e ele sorriu de volta-
Niall: Até.

 Sai andando e Niall entrou na sala que eu havia acabado de sair, suspirei e me encaminhei até a sala do jornal, meu coração estava leve, SeuNome me agradeceria por ter nos inscrito em sessões de auto-ajuda, todos nós precisávamos. Abri a porta da sala e entrei, quase vomitei meu coração ao ver que o diretor estava ali, assim que entrei ele se virou com um sorriso, ficava mais amedrontador ainda.
Sr.Hughes: Olá.
Eu: O-oi.
Sr.Hughes: Estava dando uma bronca em uns alunos que brigaram e resolvi vir até o jornal, por acaso sabe quem foi que digitou isso?- ele me entregou a edição do jornal de hoje, logo na capa tinha a manchete  junto com a matéria que falava de SeuNome, Matt e Liam, todos ali estavam quietos e me olhavam-
Eu: Fui eu... quer dizer f...
Sr.Hughes: Foi você?
Eu: Sim.- disse confusa, eu havia digitado e não escrito a notícia-
Sr.Hughes: Pois então pegue suas coisas, você está fora do jornal da escola.- ele disse saindo da sala-

 Parecia que alguma parte de mim havia morrido ali.

Continua...

Oi pipous *--*. Espero que tenham gostado do cpaítulo como eu gostei, achei bem tenso a briga do Matt com o Liam e a Judy ser expulsa do jornal. E o senhor Hughes hum? Causa medo em qualquer além de ser estranho. haha. Bom, espero que tenham gostado, até breve. Lembrando que sugestões são sempre bem vindas <3

7 comentários:

  1. adoreeei, amo uma briga por causa de mim, eguaaa. continua baby

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. egua mesmo hsuahushaushuah, vou continuar amor

      Excluir
  2. Ah não para !!! Corrige esse finallllll 😭😭😭😭😭😭😭🙏 ela não pode sair do jornal !!!! Sei lá ela poderia ajudar com algumas encrencas!!!!!!! Aaaah dirá a outra La kkk. Vad*a pliz !!! Bjs continueee Luiza xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muitas encrencas estão por vir, fica tranquila hauhauahuah, vou continuar amor

      Excluir
  3. Mano que treta foi essa? Meu Deus. Ta perfeito, sério. Bem que a Mendy podia morrer né? Kkkkkkkkkk brincadeir, sempre tem aquela para odiar nas fanfics. Continua. Estou me roendo de curiosidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. psé, mou treta -_- que bom que esta gostando. Pois é,. Vou continuar amor xx

      Excluir
  4. Mano que treta foi essa? Meu Deus. Ta perfeito, sério. Bem que a Mendy podia morrer né? Kkkkkkkkkk brincadeir, sempre tem aquela para odiar nas fanfics. Continua. Estou me roendo de curiosidade.

    ResponderExcluir