Somebody To Die For - Capítulo quatro

| | |
Capítulo quatro - Killian, Killian Jones.

SeuNome Darling P.O.V's

          Niall cortava alguns galhos de árvores que estava em nossa frente enquanto eu apenas me concentrava em ouvir o som do mar e das gaivotas. Conseguia ouvir, mas era muito baixo o que indicava que não estávamos nem longe e nem perto da praia. Os garotos estavam sendo bem gentis comigo, mas a única pessoa no qual eu desejaria saber e conversar mais, quase nunca vejo. Zayn sempre saía e quando voltava ficava tocando a sua gaita e cochichando com os meninos. Eu queria voltar para casa, queria muito. Mas antes de ir, eu adoraria conversar mais com Zayn e descobrir o segredo misterioso dele. Tenho a impressão de que nunca irei descobrir, mas não custa nada ter esperança e tentar. Continuei andando, seguindo os garotos e pensando em como estaria minha mãe e meus irmãos. Eu disse que voltaria no amanhecer, mas eu não voltei. Eles estariam me procurando? Estariam à minha espera e tinham esperanças de que um dia eu voltasse? Meus pensamentos foram calados por Harry, que parou imediatamente e apenas ouviu o som de vozes. Lindas vozes.

Tenho a flecha do cupido
A riqueza é ilusão
E só pode consolar-me, meu marujo alegre e bom.

         Eram elas. As sereias! Os garotos tamparam seus ouvidos com algodão, disse que era mágico e que não os permitia ouvir o canto das sereias. Me ofereceram, caso eu gostasse do mesmo sexo que o meu. Achei um pouco ofensivo. Eu parecia gostar de mulheres? As vozes eram lindas, mas mortais para os marujos que navegavam pelo local. Quantas centenas de homens não morreram nessas águas sendo atraídos por sereias?

Venham todas belas damas, aqui deste lugar
Tem uma onda de marujos cruzando o alto mar
Tenho a flecha do cupido
A riqueza é ilusão
E só pode consolar-me, meu marujo alegre e bom.

Liam: Tenho a leve impressão de que somente SeuNome saíra viva disto.
Eu: Elas prometeram que não iriam fazer nada, elas têm que cumprir o prometido. Pelo menos tem que ser assim para mim. Odeio pessoas que não cumpram promessas.
Niall: Vamos rezar para que estas criaturas façam o que prometeram.

         O local em que estava era lindo. Um lago de água salgada, já que era ligado com a água do oceano. Era tão cristalino e maravilhoso, e eu via os peixes, assim como pude ver uma das sereias vindo na direção em que estávamos. Os meninos estavam armados até os dentes, temendo que aquelas lindas criaturas pudessem fazer algo contra nós. Eram lindas, mas eram perigosas. Alguns livros mencionam as sereias como lindos seres marítimos que cuidam do mar e o mantem saudável e protegido de pessoas que tentam destruí-lo. Já outros livros, mencionam que sereias são criaturas impiedosas que atraem os marujos para o fundo do mar e lá os devoram, deixando somente roupa e ossos, como os garotos disseram. Nunca apostei em nenhuma das hipóteses, afinal, eu nunca havia visto uma sereia de verdade.
         A sereia que se aproximou de mim tinha pele branca, cabelos castanhos longos e olhos castanhos. Ela era bonita, e se eu fosse um marujo, certamente já teria caído na armadilha da fera e morrido nas mãos dessas belas e perigosas criaturas. Não parecia, mas elas estavam tentando no máximo não machucar os garotos. Eles tinham uma certa magoa em seus corações, e eu não duvido que isso tenha haver com o motivo de Zayn ter vindo para cá com um monte de crianças que se sentiam abandonadas pelos pais.

Eu: Elas são lindas! – Eu estava absolutamente encantada com elas.
Louis: Sim, são lindas. Lindas até nos matarem como sempre tentaram fazer. – Louis debochou assim que viu uma sereia aproximar-se dele.
Sereia: Mas nós cumprimos promessas, coisa que vocês meninos perdidos deveriam aprender conosco.
Eu: Não pretende nos machucar?
Sereia: Não. Me disseram que um dos seus sonhos era ver uma sereia, e aqui estou eu, o realizando. – Ela me olhou com um sorriso. – Você é a tal de SeuNome, não é? Definitivamente, você não pertence a este lugar.
Eu: É o que algumas pessoas veem me dizendo desde o dia em que cheguei.
Niall: Está falando do Félix? Ele só não quer uma garota na ilha, é isso!
Cobin: Bom, pelo menos é o que todo mundo acha.
Sereia: Nunca pensei que ficaria tão próximo de um homem sem ter que atraí-lo. Essa é uma coisa que eu não estou acostumada a fazer.
Eu: Mas você faria se eu não estivesse aqui?
Sereia: Talvez... – Ela respondeu. – Me chamo Serena.
Eu: Você tem um nome? – Ela assentiu. – Gostei.
Louis: Não confie muito nela, SeuNome. Sereias costumam ser traiçoeiras.
Eu: Louis, elas prometeram! E promessa é uma divida!
Cobin: Detesto ser o do contra, mas ela tem toda razão. – Harry permanecia quieto, como se algo o perturbasse ou se estivesse com medo de que a sereia realmente fizesse algo.
Eu: Harry... Você está bem? – Perguntei.
Harry: Sim, eu só... Eu só estou com medo, admito.
Serena: Um menino perdido com medo de uma sereia? Essa é novidade! – A sereia debochou, rindo de Harry que parecia estar numa expressão brava.
Eu: Vocês disseram paz e eu quero paz! – Reclamei. – Serena, eu ouvi uma música. Na verdade, uma sereia cantando. Era você? – Serena assentiu com a cabeça.
Liam: Ela certamente tinha a intenção de nos matar. – Sussurrou para Niall;
Eu: Vocês implicam muito com a pobre sereia. – Disse ao encará-los. – Por qual motivo estava cantando?
Serena: Um navio. – Ela respondeu. – Um navio pirata.

         Um pouco distante da praia, se via um navio pirata. Algumas vezes me perguntava se estava sonhando, mas sempre que me espetava na faca de Cobin, percebia que eu não estava sonhando. Em meus sonhos, eu nunca sangro, e se sangro, o sangue não era vermelho, mas sim azul. As sereias pareciam rugir para o navio, e certamente estavam. Os meninos colocaram as mãos em suas armas, caso o navio desejasse atacar. Ao virar-me para a sereia de novo, sou empurrada por um dos meninos na água, e só o que vi foi fogo. As sereias fugiram, deixando-me sozinha, caindo e caindo até chegar no fundo do rio. Quando a correnteza começara a ficar mais forte, fui levada para o mar, enquanto ouvia baixo e quase mudo o som das vozes dos meninos me procurando na água. Mas eu não estava mais lá. Não estava mais no rio. Fazia minutos que estava embaixo d'água, mas eu estava consciente, mas não estava respirando. Tudo se passava como um sonho, como uma visão do que estava acontecendo antes de eu morrer. Uma rede fora jogada do navio pirata, e eu me senti como um pobre peixe que acabara de ser pego pela rede. Devagar, me vi sendo levantada até a poupa do navio.

- É uma garota! – Um homem gritou.
- Não pode! – Disse outro homem. – Não é gênero do Malik trazer garotas para a Terra do Nunca.
- Mas ele trouxe, capitão. – O primeiro homem disse, sussurrando para o tal capitão.
Eu: Onde estou? – Perguntei assim que abri os olhos, mas minha vista ainda estava embaçada.
- Em meu navio, pequena maruja. – O capitão disse. – Bem vinda a bordo!
Eu: Ah... Obrigada. – Tentei ser simpática.
- Meu nome é Killian Jones, mas por aqui, todos me chamam de Gancho, Capitão Gancho.
Eu: SeuNome, SeuNome Darling.

Killian: Tenha um pouco de cuidado, amor. Esta ilha não é um lugar recomendável para ficar durante o verão.

Continua...
Gente, realmente me desculpem o minúsculo capítulo e a demora. Acabei de apresentar uma feira de ciências e agora falta somente mais uma semana de aula, estou mais tranquila pois eu tenho a absoluta certeza de que eu passei em todas as matérias.
Também passei todo o meu tempo lendo livros e assistindo séries, até agora já assisti todos os episódios disponíveis de Once Upon A Time e Teen Wolf. Estou ainda na terceira temporada de Supernatural e acompanhando The Flash.
Logo, logo trago os três últimos capítulos de Danger In Love.

9 comentários:

  1. Amei!!!!!!!!
    Esperarei ansiosa pelos próximos capítulos de DIL,
    :) bjs!!!!!!!!!!!!!!
    -Lúh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wount!!!!
      O próximo já está quase pronto, logo, logo irei publicá-lo

      Excluir
  2. Finalmente! ! Kkk adorei como sempre, continua logo please

    xoxo Duda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, eu resolvi aparecer!!!!
      Eu tava presa no tártaro fofa, meu amigão Percy que me ajudou a sair kkkkk
      Vou continuar o mais breve, agora tenho tempo de sobra (caso eu não saía para lugar nenhum)

      Excluir
  3. POSTA DANGER IN LOVE POR FAVOOOR Q SAUDADE VC TEM Q TERMINAR SUA DIVA
    BOA SORTE NA ESCOLA :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VOU POSTAR EM BREVE!!!!!
      EU TAMBÉM TAVA COM SAUDADES DOS COMENTÁRIOS DE VOCÊS, DOS ELOGIOS E DE ESCREVER A MINHA SEGUNDA FANFIC
      OBRIGADO FOFA, ESPERO PASSAR EM HISTÓRIA!!!

      Excluir
  4. Necessitando de Danger in love aqui sou uma grande fã dessa fic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Necessito postar Danger In Love :3
      AIN!!!! VOCÊS ME FAZEM FICAR ENVERGONHADA QUANDO FALAM ASSIM DA FANFIC

      Excluir
  5. Que long perfeita!!! Mds amei todas as partes vc nunca a desejar mesmo. Meus parabéns, vc é pfta!
    Tb estou morrendo de saudade de DIL, ansiosa aqui!
    xxxJuh

    ResponderExcluir