Revenge - Epílogo

| | |
Cuidado com o Anjo


Narrador P.O.V'S

Alguns meses depois da reconciliação de SeuNome e Liam, o novo casal se mudou para um apartamento maior para acomodarem a sua nova família. Obviamente eles ainda estavam noivos, a gravidez de SeuNome era arriscada por ser a primeira da família a ter gêmeos. Liam passava a maior parte do seu tempo livre em casa, cuidado dela com todo o amor e atenção que ele pudesse oferecer, atendia a todos os desejos momentâneos e muitas vezes achava graça da sua situação. Louis acabou ficando com a mansão para si, ele resolveu então que morar lá sozinho não seria boa coisa, decidiu que Logan ficaria com ele, colocando assim a antiga casa de SeuNome à venda.
A chegada das crianças já era mais do que aguardada por todos, seria dois dias depois de hoje. As malas já estavam prontas e a casa inteiramente arrumada para a chegada dos pequeninos à família mais bizarra que poderia existir. O médico pediu para que SeuNome fosse internada um dia antes do parto, para ser acompanhada de perto por especialistas. Tudo correu muito melhor do que o esperado, restava saber se eram duas meninas, dois meninos ou os dois. Nenhuma das crianças quis mostrar nada antes da hora do nascimento. Haviam roupas rosas, azuis, amarelas e verdes e também, para todos os casos, Coryne e Harry também teriam a sua menina com olhos cor de grama chegando logo.
Pouco antes de amanhecer, Liam já estava acordado e pronto para ir ao hospital desejar boa sorte à SeuNome. Eles chegaram uma hora antes, Louis, Logan, Harry, Coryne, Zayn e Niall. Liam estava mais que impaciente na recepção esperando o médico vir chama-lo para entrar na sala de parto, quando a porta se abriu, os corações de todos dispararam. Liam entrou correndo atrás do médico, sendo assim todos ficaram apreensivos nas cadeiras da recepção.
Meia hora depois, Liam aparece chorando muito na recepção, ainda com a roupa cirúrgica. Todos riram e comemoraram, porém Liam não demonstrava sinais de felicidade. Ele não falava nada com ninguém. Perceberam então que algo havia dado errado dentro da sala. Apenas um bebê se salvou. O menor e mais frágil dos dois, morreu sufocado com o líquido da bolsa, um erro grave dos médicos que custou a vida de uma criança. Liam contou que SeuNome estava inconsolável dentro do quarto e que tiveram que lhe dar sedativos para ela se acalmar. 
O bebê mais velho, agora o único, já estava no berçário e em dois dias os dois poderiam ir para casa. Liam, por todos esses dias, ficou esquecido no quarto do segundo bebê, perdido em devaneios por horas. Não comeu muito até a chegada do dia em que iria buscar sua família no hospital. Foi um dia em que Liam estava alegre, mas estava evidente que faltava algo nele... o brilho nos seus olhos já não era mais o mesmo desde a saída do hospital com o pequeno Angel (Anjo) nos braços. Ambos sorriam para as fotos e não se negava que estavam felizes, algo continuava faltando nos sorrisos, nos olhos, em tudo.
Anos depois, neste mesmo dia, Angel estava completando seu décimo ano de vida. Ninguém jamais mencionara para ele sobre o seu falecido irmão gêmeo, e as desculpas para sua mãe ir ao cemitério era de que ela sentia falta de seus pais. Savior (Salvador) foi enterrado ao lado dos avós, assim todos saberiam que ele jamais estaria sozinho, onde quer que estivesse.
Angel teve uma boa vida, muito feliz. Com vinte anos casou-se com uma bela mulher, dando origem a três filhos, duas meninas e um menino. Foram três dias muito festivos, a cada bebê que nascia, Liam fazia um completo relatório sobre o dia. 
Todas as três crianças foram crescendo, assim viram mais dois bisnetos, da menina mais velha e do garoto mais novo. Liam e SeuNome não poderiam querer um final melhor para a sua história de amor. O amor desses dois ao longo da vida, foi cada vez mais se fortalecendo como uma bela e grande árvore criando raízes e somando galhos. Todos os seus amigos já haviam partido para outra vida por volta dos seus setenta anos, cada um. Eles foram os únicos que chegaram pelo menos aos oitenta.
 Ao final dessa história, todos puderam perceber como o amor é forte e que ele é capaz de resistir a qualquer barreira que colocarem entre o seu caminho e de seu amado. SeuNome e Liam nunca desistiram dos seus sonhos, até o último dia feliz de suas vidas, Dia dezoito de fevereiro. Foi um dia realmente lindo, um espetáculo da natureza. Liam e SeuNome estavam com cabelos brancos, porém dispostos, e rodeados por três netos e dois bisnetos. 
Celebrava-se naquele dia, o 35° aniversário de casamento entre eles, uma festa realmente alegre. Liam sentiu-se mal e logo foi se deitar. SeuNome o acompanhou algum tempo depois, até perceber que seu peito já não se mexia mais. Ela não se preocupou em pedir ajuda, pois sabia que ele tinha se ido em paz e suavemente. Ela então, deitou-se ao seu lado, passou as mãos pelo seus cabelos e apoiou a cabeça em seu peito. Suas almas deixaram esta vida em horas diferentes, mas SeuNome sabia que assim que ela fechasse os olhos para nunca mais abri-los, Liam estaria esperando-a de braços abertos no paraíso. A sua nova casa.

The End.
-----------------------------------------------------------------
Garotas lindas! Saudades eternas de vocês! Tudo bem?
O que acharam do final? Eu pensei em fazer algo feliz, mas me pareceu muito clichê terminar a história assim, procurei algo mais triste para fazer em um dia pacato como esse. Deixem seus comentários amores, com eles eu posso me inspirar para a próxima LongFic ;)
Beijos imensos e fofos da Têh


4 comentários:

  1. Q lindoo *_* cara
    xoxo Duda

    ResponderExcluir
  2. Ai meu Deus tô chorando rios ficou perfeito!!! #Lauriene

    ResponderExcluir
  3. Ameiii
    Vê la meu blog .
    http://rebeldeeuute.blogspot.com.br/2014/05/imagine-chamel.html?showComment=1400635044218&m=1#c6427074811338779033

    ResponderExcluir
  4. N sei pq mais chorei na parte em que Liam morreu :c
    XX Eluane Sampaio (sua parente SQN haha)

    ResponderExcluir