Criminal - Capítulo 38

| | |
"Retomando ao que eramos antes."
"- Nossa não sabia que um criminoso tirava férias - Julie, Criminal."
 POV Julie.

                Niall não parava de sorrir para mim enquanto ele dirigia para um hotel próximo, onde eu poderia tomar banho e então nós iríamos para o hospital. Porque eu insisti que queria ir ver ela. Eu estava machucada, mas nada que um banho logo não passa se um pouco, e talvez alguma limpeza nos machucados, mas tudo ia ficar bem.

- Julie? – Niall me chamou.
- O que foi? – perguntei virando para ele.
- Não é nada – sorriu e eu revirei os olhos.
- Você parece um idiota apaixonado – falei – Gostava mais de você quando era um coração de pedra – dei risada e ouvi-o bufar.
- A cala boca Julie, se não te deixo na metade da estrada e você vai andando – falou acelerando mais.
- Você não teria coragem – falei o encarando e me apoiando em sua perna para ficar mais perto dele.
- Se inventa para você ver – falou serio e eu revirei os olhos.

                Voltei para o meu lugar no banco e bufei cruzando os braços. Assim que ele encontrou um hotel fez as reservas e então assim que o mesmo estacionou o carro eu sai do carro primeiro batendo a porta e subindo pelas escadas. Porque não é legal você aparecer cheia de sangue para os outros.

- JULIE – Niall gritou.
- CALA BOCA GAROTO! NÃO FALA COMIGO! – disse de braços cruzados e ouvi bufar, mesmo alguns degraus abaixo de mim.

                Assim que chegamos em frente a porta do quarto eu parei com os braços cruzados e então ele abriu a porta. Entrei primeiro e fui em direção ao banheiro logo trancando a porta.

- Julie – ele falou batendo na porta.
- Agora não – falei – eu vou tomar banho.

                Tirei minha roupa e logo entrei no chuveiro e senti a água sobre mim. Porém, ardia muito nos machucados. Era uma sensação tão boa sentir a água caindo sobre mim, olhei para o chão e vi a sujeira que eu estava, lavei-me bem e então passei a mão sobre minha testa e limpei e mesma, saiu mais um pouco de sangue, mas logo parou. Lavei meus cabelos e então passei sabonete por todo o meu corpo. Depois que eu havia terminado peguei a toalha que estava perto e então me sequei. Me lembrei que não trazido roupa nenhuma.

                Bufei e então com os cabelos quase penteados e com a toalha enrolada no corpo sai para fora do banheiro, Niall estava deitado na cama sem camisa.

- Niall – chamei e o mesmo olhou para mim de cima embaixo – As roupas? – perguntei.
- Estão na mochila ali – apontou para o canto do quarto onde se encontrava uma mochila.

                Caminhei até a mesma segurando a toalha e me abaixei. Abri a mochila e ali tinha as minhas roupas, e também outras coisas. Assim que me levantei com a mochila em mãos eu me virei para andar, mas dei de cara com Niall sorrindo.

- Niall, eu quero me trocar – falei.
- Quem precisa de roupas? – perguntou sorrindo e logo me puxou para perto dele colando nossos lábios.

                Deixei a mochila cair no chão e me deixei envolver por seus beijos tonteantes. Ele colocou sua mão em minha cintura e eu logo estava abrindo o botão de sua calça. Depois que consegui abrir a mesma ele se livrou dela.

- Eu... – ele falou ofegante enquanto me beijava mais – Senti... Saudades – falou – Eu quero... Você agora... Na minha cama – falou.
- Sou toda sua – falei e logo ele se livrou da toalha me fazendo ficar nua.

                Começamos a cambalear pelo quarto e enquanto estávamos indo para a cama ele se livrou de sua Box preta. Caímos deitados no colchão e Niall estava por cima de mim. Ele começou a apertas um dos meus seios e eu comecei a gemer.

- Geme para mim Julie – falou e assim eu fiz – assim mesmo – sorriu.

                Ele começou a beijar o meu pescoço e senti suas mãos deslizando pela lateral do meu corpo. Logo ele estava perto da minha virilha, e eu sentia a mesma pulsar. Ele sem me avisar colocou dois dedos dentro de mim e eu gemi alto, ele aumentou mais a velocidade dos seus dedos e eu gemia igual uma louca. Eu sentia que logo estaria chegando ao orgasmo, e logo o mesmo veio.

                Depois ele voltou a me beijar e então eu inverti as posições ficando por cima do mesmo e comecei a beijar seu pescoço. Fui trilhando os beijos por todo o seu corpo, e assim que cheguei em seu membro dei um sorriso para ele. Niall arfou e então eu comecei a lamber o mesmo, logo coloquei o mesmo em minha boca e comecei a subir e descer devagar.

- JULIE – Niall gritou ou gemeu.

                Comecei a ir um pouco mais rápido e logo Niall começou a mover o quadril em direção a minha boca. Filho da mãe. Aposto que ele já estava quase lá.

- JULIE PORRA – ele gemeu.

Depois de um tempo fazendo os movimentos senti que ele ia gozar e assim fez, lambi a cabeça do mesmo e então ele me puxou para ele e ficou por cima de mim.

- Como eu senti saudades disso – falou sorrindo para mim.
- Do q... AAH – senti o mesmo entrar em mim – PORRA NIALL – eu gritei e o mesmo começou a fazer movimentos de vai e vem dentro de mim – MAIS RAPIDO – falei arranhando suas costas.
- PORRA JULIE – ele falou – VOCÊ CONTINUA APERTADA – disse indo mais rápido.
- SEU... SEU VI... VIADO – falei – VAI... MA... MAIS RÁPIDO – falei quase gritando e gemendo ao mesmo tempo.
- VOC... VOCÊ VAI... VER O VIADO – falou e sentir ele me estocar mais forte que eu dei um gemido alto e o mesmo começou com movimentos mais rápidos do que nunca.

                Nós dois gemíamos de prazer, era bom sentir ele dentro de mim novamente. Eu acho que não conseguiria mais andar depois disso.

- VOU... F... FAZER VOCÊ... NÃO CONSEGUIR... SE LEVANTAR DIREITO – falou indo mais rápido.

                Eu logo podia sentir que ia gozar e ele também, ambos estávamos suados. Estava sentido cada vez mais o orgasmo se aproximando. Continuei arranhando suas costas mais ainda, cada vez que eu senti que estava mais próxima de gozar. Logo uma sensação de prazer por fim me dominou e eu senti meus músculos relaxarem, Niall estava suado e logo gozou também.

- Julie – Niall falou ofegante enquanto deitava sobre mim totalmente suado e ofegante.
- Niall... – eu não consegui terminar, estava ofegante de mais.
- O que foi? – ele perguntou me encarando.
- Você é um fraco! Quando eu digo para ir mais rápido vai mais rápido! – falei totalmente indignada e fiz ele rir.
- Você só pode estar brincando não é?!
- Nem um pouco. Eu sabia. Você é gay – falei e virei meu rosto para o lado.
- O QUE? – ele falou totalmente indignado.
- Porra, sai. Me deixa sair – falei tentando empurrar o senhor gordo para o lado.
- Não. Você vai ficar aqui, você não vai sair dizendo por ai que eu sou gay. Por isso eu vou te foder com mais força ainda, agora você me paga caralho! – falou e vi que a veia de seu pescoço estava amostra... Hmm que sexy.
- Assim que eu gosto – dei risada e logo senti o mesmo entrar em mim novamente – PORRA! – coloquei as mãos nas costas de Niall as arranhando.
[...]

                Depois de não sei quantas vezes a gente repetiu aquilo, mas... Enfim, eu já havia tomado banho e tinha colocado essa roupa. Sai do banheiro e Niall estava terminando de colocar o casaco sobre os ombros.

- Você fica muito sexy com esse batom vermelho – falou sorrindo e quando cheguei mais perto ele segurou meu rosto e deu um beijo no mesmo. Dei risada e empurrei o mesmo de leve, ele também deu risada.
- Vamos logo, eu ainda quero ver Nataly amanhã – falei e o mesmo sorriu.

                Peguei o batom e passei novamente. Ele pegou a mochila e coloquei sobre o ombro passando sua mão vaga sobre meus ombros e eu segurei a mesma.

[...]

                Assim que chegamos ao hospital eu fui até o quarto onde Carolayne estava. Ela estava acordada, e com soro no braço.

- Como você está? – perguntei para a mesma.
- Estou bem – sorriu – Zayn é muito legal.
- Sim – sorri – ele é muito legal.
- Como você está? – perguntou.
- Estou bem, coloquei uma coisa sobre o machucado no canto da testa, ele não aparece tanto – falei e a mesma assentiu – Obrigada Carolayne.
- Porque Julie?
- Por ter feito isso por mim, por não ter me deixado morrer nas mãos de Alfredo – falei segurando sua mão – Obrigada.
- Eu só fiz o necessário, o resto foi Niall – sorriu e eu assenti.
- Julie – escutei Zayn me chamar e o encarei – Podemos conversar? – eu assenti.
- Eu já volto tudo bem – Carolayne assentiu.

                Me levantei da cama e então caminhei para fora do quarto de hospital. Zayn estava com as mãos no bolso da calça e parado no corredor.

- O que quer falar? – perguntei.

POV Niall.

                Eu e Zayn havíamos nos resolvido agorinha mesmo. Ele disse para mim que Julie me amava de verdade, e queria se desculpar por ter agido igual a um idiota. Ele ficou com Julie, e pensou que eu estava usando Julie porque ela se parecia com Camille. Eu também falei que eu não deveria ter agido como tal idiota.

                No final de tudo ele disse para mim cuidar muito bem dela. Disse para que eu a fizesse feliz e que também não a magoasse, porque ele considerava agora como uma irmã. Se não ele quebrava a minha cara, e eu tive que rir dele. Mas deu tudo certo, fizemos nossos apertos de mão e logo ele disse que ia falar com Julie, eu apenas assenti.

POV Julie.

- Fala logo Zayn – falei depois de dois minutos que ele não falava nada – Olha... Sério, se você quer me falar sobre a gente, sério me desculpa... Eu...
- Não Julie – ele falou – Eu sei que você ama o Niall, não se preocupa ok. Eu estou bem, e eu quero que você seja feliz. Eu acho que considero você como uma irmã ok? – assenti – Eu consegui colocar minha cabeça no lugar agora, e eu sei que você gosta dele. Então... Que tal um abraço? – perguntou abrindo os braços e eu corri para abraçá-lo.

                Apertei bem forte não querendo mais soltar ele. Eu fiquei feliz por ele me dizer isso, porque eu não tinha muito que dizer... E talvez eu até pudesse dizer alguma bobeira que não teria sentido nenhum.

- Obrigada Zayn – falei.
- Tudo bem Julie – falou sorrindo – Agora... Eu já volto, vou ir comprar alguma coisa para comer – piscou para mim e então foi caminhando até o final do corredor.

                Respirei fundo e então entrei novamente no quarto onde Carolayne estava. Ela assistir a TV e logo me sentei na cama e ela me encarou.

- Já sabe o que vai fazer da sua vida? – perguntei.
- Sei sim – sorriu – Eu sei todas as senhas das contas de Alfredo – sorriu mais ainda e eu dei risada – Me aguarde, mas quero que fique com uma coisa – falou dando uma piscadela para mim.

[...]

                Londres. Finalmente, eu estava em Londres. Pensei que nunca mais iria vê-la novamente. Estávamos no estacionamento e eu gritei jogando minhas mãos para cima com muita felicidade. Eles riram de mim e eu também dei risada. Era tão bom estar de volta.

                Entramos nos carros e seguimos em direção a casa de Niall. Meu coração estava acelerado por pensar que logo eu veria Nataly de volta. Isso estava me deixando cada vez mais ansiosa, nervosa e com muito mais saudade.

- Com saudades de Nataly? – Niall perguntou.
- Mais do que possa imaginar – falei sorrindo e ele riu.

                Minhas mãos estavam suando e eu passava as mesmas sobre a calça. Estava amanhecendo então Nataly talvez estivesse dormindo. Estávamos chegando cada vez mais perto da casa e eu continuava com o coração acelerado.

- Ah meu Deus Niall – falei.
- Calma Julie – falou e o mesmo parou o carro na frente de casa e segurou minha mão – Vai ser normal, que nem o dia em que você foi vê-la na sua casa.
- Tudo bem, vamos logo – falei e o mesmo riu.
- Porque você disse aquilo Julie?
- Aquilo o que? – perguntei.
- No dia em que eu fiquei sabendo de algumas coisas de você e o Zayn.
- Ah, o que?
- Que disse que me amava? Se caso algumas coisas acontecem, você faria o mesmo por mim? Tipo como eu fiz por você? – perguntou.
- Niall... Quando se ama alguém, vale a pena lutar, não importa as probabilidades – falei e o mesmo sorriu e se inclinou e me deu um beijo.

                Logo os outros saíram do carro e então estava andando rápido. Niall segurou minha mão e então eu quase comecei a arrastar o mesmo para dentro de casa. Ele abriu a porta e eu com meus olhos apurados comecei a procurar a mesma por todos os cantos.

- NATALY? – gritei.
- JULIE – escutei a mesma e logo vi que ela estava descendo as escadas e sorrindo.

                Soltei a mão de Niall e corri para a mesma a pegando no colo e a abraçando forte.

- Que saudade que eu estava de você – falei e logo fiquei de joelhos a abraçando.
- Julie – ela falou e eu comecei a chorar a abraçando mais forte – Saudade.
- Eu também Nataly... Eu também – falei ainda a abraçado e chorando.

                Depois de alguns minutos ainda abraçada com Nataly ela viu Niall e então correu para ele. O mesmo a pegou no colo e deu um abraço na mesma. Vi Eleanor ali parada e então me levantei e corri para abraçá-la.

- Obrigada Els – falei.
- Por que Julie? – perguntou me abraçando ainda.
- Por cuidar dela, muito obrigada. De verdade – falei.
- Lembra que você me pediu para cuidar dela, então. Eu cuidei – falou – Fico feliz em saber que você esteja bem.
- Obrigada Eleanor – falei e então a gente se soltou do abraço.

                Olhei em redor e logo vi Liam ali. Corri para o mesmo e dei um abraço, e sussurrei diversas vezes obrigada para ele. Falou que era bom me ver novamente e sorriu.

                Fui em direção a de Niall e Nataly e peguei a mesma no colo. A abracei novamente e senti mais algumas lágrimas descerem por meu rosto. Era tão bom estar de volta, junto com Nataly e todos. Eu ainda tinha algumas coisas para resolver, e seria hoje mesmo. Como por exemplo, o caso da minha mãe, ela teria que passar a guarda dela para mim, se não... Bem.

- Arrumando as malas – Niall gritou feliz.
- O que? – perguntei sem entender.
- Vamos logo – ele falou rindo.
- Boa viagem para vocês – Harry falou rindo e eu fiquei com cara de quem não tinha entendido nada.
- Mana – Nataly me chamou e eu a encarei – Niall disse que ia te buscar – sorriu.
- Ele disse isso? – perguntei sorrindo para ela e a mesma assentiu.

                Dei um sorriso para Niall e então ele veio e me deu um selinho.

- Todos para fora da minha casa, agora! – Niall falou gritando e dando um susto em todos.
- Ah qual é cara, não tem comemoração? – todos falaram.
- Não, a minha já foi. Agora caiam fora – falou e todos riram.
- Ta bom, a gente se vê. Até mais – falaram e então Niall seguiu com eles para fora.

                Eleanor acenou para mim e então logo Louis estava segurando a mão dela. Sorri para a mesma e então eles saíram. Fiquei com Nataly no meu colo e ela me contava tudo o que tinha feito nesses dias em que eu estive fora. Logo depois Niall apareceu sorrindo e falou:

- Vamos para as nossas férias – sorriu.
- Nossa não sabia que um criminoso tirava férias – sorri para o mesmo e ele deu risada.

...
Olá galera. Caraaaaaaaca velho, esse capítulo estava mais ou menos pronto no fim de semana passado, eu achei que ele estava totalmente inacabado e consegui terminar de escreve-lo. Devo isso a minha amiga, porque a gente conversou sobre diversas coisas e também a um garoto especial, sim eu estou gostando de alguém. Só tenho que dizer muito obrigada. Também quero agradecer a vocês por acompanharem a fanfics, sem vocês não seria nada. E me desculpem pela demora do capítulo. Encontro com vocês no epilogo okay. Beijos galerinha e até mais.
ASK.FM

16 comentários:

  1. Ahhhhh que perfeito ficou mt fofo ( eu odeio coisas fofas ) mas isso eu amei sério mt perfeito

    ResponderExcluir
  2. Perfeitooo! Pelo amor de Deus posta logo!
    xx Luh

    ResponderExcluir
  3. Deeeeeeeeeeeeus do ceu! Essa fic fica mais perfeita a cada capitulo :)
    Xx Mel

    ResponderExcluir
  4. O QUEEEEEEE?
    criminal vai acbar ah nao cara, como vou ficar sem criminal????
    Cara tah perfeito

    ResponderExcluir
  5. A sua fanfic ta divina, ela é desde o começo! Voce n deixa nada a desejar e eu amo muito a maneira como vc escreve, ta de parabéns!
    Posta mais por favor Jenny. (posso te chamar assim?)
    xxxxxxxxxxxxxxxxx

    ResponderExcluir
  6. Oh my Josh jah acabando? Não creio, vou sentir muitas saudades :( Anciosa pro epílogo
    xoxo Duda

    ResponderExcluir
  7. Mds Já Reli Essa Fanfic Não Sei Quantas Vezes E Uma Das Minhas Preferidas Entre Outras (tipo More Than Thiago :3) Eu Adoro Vc,A Lizzy , A Giovanna ,Etc.. Mas Enfim Eu Gostaria De Então Em Uma Fanfic Posso Pffff E Tipo Meu Sonho . Quando a Tais Entrou Eu Fiquei Muito Feliz,Foi Muito Legal :) mas,enfim ,te adiri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "More Than Thiago ?" Eu Quis Dizer More Than This

      Excluir
  8. Ai mds !!!!!!!!!!! Por favor não demora pra postaar ! Acompanho desde sempre essa fic, minha preferida ! *-*

    ResponderExcluir
  9. ah não... por favor faz mais um pfv Jennifer só mais um te imploro amr só mais um?

    ResponderExcluir
  10. ah não.. Jennifer pfv faz só o capitulo 39 pfv meu amor? te imploro... amei a fic é perfeite maravilhosa meu se vc juntar tudo da pra fazer um livro...kk, bjs pensa no que eu te falei (sobre fazer mais um capitulo... so pra mostrar eles na irlanda e falar que ela engravidou e viveram felizes para sempre...kk,) pensa bem.....
    XxXx: Isabella Peres Horan

    ResponderExcluir
  11. Ai mds do ceuuuu continua cara essa fic ta perfeita d+ td de otimo continua logo

    ResponderExcluir
  12. Mdsss cade o capitulo 39 *ooo* ??? (Sou nova aqui)
    Xx tori , @defendhoran

    ResponderExcluir
  13. CADE O CAP 39 MEU DEUS!! QUANTO TEMPO VC FICOU SEM POSTAR ??? DEUS EU QUERO ACABAR DE LER !!! JÁ ESTAMOS EM 2015 NA METADE DO ANO!!! XFavor ... EU QUERO SABER O QUE ACONTECE !! NAO ME DEIXA COM A PULGA ATRAS DA ORELHA! Desculpa se meu portugués nao é tao bom mais é que eu sou do uruguay, e tambem sei que cheguei muito atrasada é que antes eu nao era de ler muito, esta muito legal !! PORFAVOR SO POSTA LOGO kkkkk :) "Kerolen Horan- Uruguay" ;)

    ResponderExcluir
  14. Adorei nao vo consegui para de ler

    ResponderExcluir