The Best Winter - Capítulo treze.

| | |
- Por me dar esse presente de natal, era o que eu queria. "
"O natal não é um momento nem uma estação, senão um estado da mente. Valorizar a vida." - Desconhecido.
                Quando subi tropecei em uma sacola e cai por cima de Niall, nossos rostos estavam colados e eu me encontrava hipnotizada por seus olhos.

- Desculpa Niall – falei tentando me levantar.

                Nós dois estávamos em posições totalmente desconfortáveis. Me firmei nos braços ao lado de seu corpo e me levantei o mais rápido possível e logo sai correndo. O que havia acontecido ali, meu Deus. O meu coração começou a ficar cada vez mais rápido e eu senti a vontade de beijá-lo. Droga, mil vezes droga.

Sábado, 24 de dezembro. Colorado, E.U.A.

                Eu estava dês de manhã em frente ao fogão, enquanto Niall brincava com Jeremy. Eu pedia sua ajuda diversas vezes para fazer algumas coisas para mim. Eu havia acordado mais cedo que o normal, eu limpei a casa toda e ela ficou brilhando, limpei tudo antes de Niall aparecer.

- Niall não podemos esquecer dos biscoitos com leite – Jeremy falou para Niall.
- Para o papai Noel? – eu o encarei e ele sorriu.
- Uhum, ele vai trazer mais presentes – sorriu.
- Isso é muito bom cara – Niall sorriu para Jeremy – E que horas você vai colocar os biscoitos e o leite?
- Depois que a gente for dormir – sorriu e Niall me encarou.

                Já eram seis horas da tarde e mais alguns minutos, eu me encontrava recheando um peru para mais tarde. O pinheiro estava ligado assim como todas as luzes, tanto as da lareira que eram somente de uma cor, amarela. As de fora estavam piscando também.

                Liguei o forno e logo que terminei de rechear o peru coloquei o mesmo no forno. Tudo estava pronto, todas as comidas estavam prontas. Eu não acredito que eu consegui, eu consegui. Lavei minhas mãos e sequei-as.

- Jeremy você tem que tomar um banho – falei – Depois vai estar pronto – o mesmo assentiu e se levantou.

                Ele caminhou para dentro e logo Niall também se levantou e falou:

- Eu também vou para casa, daqui a pouco eu volto okay? – assenti e o mesmo deu uma piscadela para mim.

                Quando cheguei no quarto eu olhei diretamente para a cama, sua roupa já estava pronta. Ele iria usar um pijama de calças compridas e mangas compridas também. Eu achei muito fofo os mesmos e sorri segurando-os.

- Jass – ele me chamou – Pode trazer minha roupa? Eu esqueci em cima da cama – assenti e lhe entreguei as mesmas.

                Agora era a minha vez de escolher a minha roupa, eu também iria usar um pijama então. Peguei uma lingerie branca e um pijama. Jeremy saiu do banheiro e eu disse para ele me esperar na sala e que não mexesse em nada.

                Me despi no banheiro e entrei de baixo da água quente. Molhei meus cabelos e lavei os mesmos passando xampu e condicionador. Depois passei o sabonete por todo o meu corpo e assim que terminei saí de dentro do Box e me sequei. Passei um creme sobre meu corpo e coloquei minha lingerie e depois o pijama.

                Calcei os chinelos e fui até o quarto. Peguei o secador de cabelos e voltei para o banheiro acompanhada de uma escova e o creme para pentear.

                Depois de ter feito uma belíssima escova no meu cabelo eu guardei tudo e fui para a sala. Jeremy estava sentado assistindo a TV, me sentei ao seu lado e ele deitou a cabeça em meu colo. Comecei a fazer cafuné em seus cabelos, eu amava o seu cabelo.

                Quase uma hora e meia depois Niall apareceu de pijama também, eu aposto que Jeremy e ele estavam combinando a tarde toda isso. Ele se sentou e colocou as pernas de Jeremy sobre seu colo.

- A comida já está pronta? – perguntou.
- Não. Faltam mais algumas horas para o peru assar – sorri e o mesmo assentiu.

                A gente ficou assistindo desenho com Jeremy até o forno começar a apitar. Eu agradeci por ele ter cronômetro se não ele queimaria. Me levantei e fui até o forno, a mesa já estava pronta e eu agradeci por Niall te-la arrumada mais cedo, ele havia colocado os pratos, talheres, a toalha e uma alguns arranjos. Coloquei todas as comidas na mesa e depois o peru.

- Hey galera, está pronto – chamei e os dois pularam rapidamente do sofá – que horas são?
- São dez e quarenta e cinco – falou.
- Nossa – falei e logo nos sentamos em frente a mesa – Bom, eu queria fazer uma oração – falei e os mesmos assentiram, nós demos as mãos e então eu comecei – Eu queria agradecer por todos nos estarmos com saúde, queria agradecer em nome dos presentes e nos que não estão ausentes, ou que não estão mais entre nós. Agradecer por ter nos dado força para que pudéssemos enfrentar as dificuldades naturais da vida, agradecer pelo pão de cada dia. Que nosso senhor nos de a devida proteção. E que sua benção seja derramada sobre nossa Ceia de Natal. Amém!

                Então todos nós falamos amém no mesmo momento. Nós começamos  nos servir e então Jeremy e Niall deram a primeira garfada, eu ainda estava me servindo.

- Jass você cozinha super bem – Niall falou.
- Niall tem razão – Jeremy falou.
- Não é para tanto...

                Eu só havia pegado a receita da minha mãe dos natais anteriores, mas eu resolvi não falar nada. Nós comemos e Niall e Jeremy ficavam fazendo palhaçadas e eu só ria da cara dos dois.

- Oh Meu Deus, eu acho que comi demais – Niall falou colocando a mão sobre a barriga.
- Você acha? – Sorri para ele – Eu também acho que comi demais.
- Eu também – Jeremy falou.

                Eles se levantaram e foram para a sala, enquanto eu colocava as louças na pia e guardava as comidas. Lavei toda a louça e depois sequei minhas mãos no pano, fui para o banheiro e peguei o meu creme o passando, não era bom ficar com as mãos ressecadas. Voltei para a sala e e me sentei junto com eles.

- Jass que horas vamos abrir os presentes? – Jeremy perguntou.
- De manhã Jer, papai Noel vai trazer mais presentes para você – sorri e o mesmo assentiu.

                A nossa árvore estava entulhada de presentes, tivemos que colocar ao lado do sofá também, havia pilhas de presentes, eu não sei quantos presentes havia ali, mas pelo que deu para contar por cima havia uns trinta... Fora os que estavam escondidos. Mas aposto que a maioria era tudo para Jeremy.

- Niall que horas são? – perguntei.
- São exatamente, onze e quarenta e oito – falou.
- Jeremy você tem que dormir – falei – Papai Noel daqui a pouco chega – sorri e o mesmo se levantou empolgado.
- Temos que colocar a biscoito e o leite – falou pulando e eu assenti me levantando.
- Acha que ele gosta de biscoito com gotas de chocolate? – perguntei.
- Acho que sim – Jeremy falou empolgado e se abaixou para pegar o pacote de biscoito.

                Peguei o prato e o copo para colocar o leite e deixei sobre o balcão. Peguei o leite da geladeira e vi Niall olhando para nós e sorrindo. Jeremy se sentou em frente ao balcão e espalhou as bolachas no prato e o leite no copo também, ele segurou o prato e eu peguei o copo levando para a sala e deixando sobre a mesinha de centro da sala.

- Vem vamos dormir –f alei para Jeremy e Niall se levantou também.
 - Espera primeiro posso cantar uma música? – perguntou e eu assenti.
- Ham, tudo bem então – me sentei novamente e Niall pegou seu violão que ele trouxe mais cedo.
- Não vou cantar Jingle Bell Rock, mas também é de natal – ele sorriu.

                Ele se posicionou e então começou a tocar uma música, logo cantando em seguida:

Silent night
Holy night!
All is calm
All is bright
Round yon Virgin, Mother and Child
Holy infant so tender and mild
Sleep in heavenly peace
Sleep in heavenly peace

                Ele estava tocando a música que nós havíamos escutado no rádio, ela se chamava Silent Night. Sua voz era tão linda, me dava arrepios de escutá-la, vi Jeremy sorrindo para Niall enquanto ele cantava.

Silent night
Holy night!
Son of God, love's pure light
Radiant beams from Thy holy face
With the dawn of redeeming grace
Jesus Lord at thy birth
Jesus Lord at thy birth

                E então ele terminou e Jeremy começou a bater palmas sorrindo, e eu também.

- Niall você canta bem – Jeremy falou indo para cima de Niall e sentando em seu colo.
- Verdade você canta muito bem – sorri – merece estar onde está.

                Ele sorriu para mim e para Jeremy.

- Então não acha que um garoto tem que dormir? – Niall perguntou levantando Jeremy e deixando o violão de lado.
- Papai Noel vai vir, papai Noel vai vir – Jeremy falava e eu ria.

                Niall o carregou até o quarto. E eu arrumei sua cama, peguei seu boneco e fui ligar o aquecedor para o mesmo. Niall o deitou e eu tirei seus chinelos deixando ao lado da cama. O cobri até a cabeça e depois sobrei para baixo, ele sorriu.

- Boa noite Jass e Niall, eu amo vocês – ele sorriu.
- Também amo você – falei e dei um beijo em sua testa.
- Amo você cara – Niall falou para Jeremy e se inclinou para dar um beijo em sua testa.

                Jeremy se agarrou ao seu boneco e virou para o outro lado, Niall saiu do quarto e eu logo sem seguida apagando a luz e fechando a porta.

- Você acha que o velhinho vai vir? – perguntou enquanto caminhávamos pelo corredor.
- Olha, eu sempre acreditei em papai Noel – falei – Eu acredito que ele exista sim.
- Sério Jass? – perguntou.
- Sério – respondi e me sentei na sala.
- Posso comer um biscoito? – perguntou se sentando.
- Pode sim – falei dando de ombros – Mas saiba que o velhinho vai brigar com você.

                Ele riu enquanto bebia um pouco do leite.

- Eu acho melhor ir para casa – falou e se levantou.

                Eu também me levantei e ele seguiu para a porta a abrindo. Ficamos ali fora e eu logo queria saber que horas são..

- Niall que horas são? – perguntei.
- Porque você sempre pergunta para mim?
- Não sei, que horas são?
- São exatamente meia noite e quatro – falou.
- Já é natal – sorri – Feliz natal Nialler – pulei em cima dele e o abracei forte.

                Ele me segurou pela cintura e me abraçou.

- Feliz Natal Jass.

                Ele me soltou devagar e então eu fiquei-o encarando. Seus olhos brilhavam, e eu me sentia perdida em seus olhos azuis.

- Posso te falar uma coisa? – perguntei.
- Não, eu vou falar uma coisa – ele falou colocando um dedo sobre meus lábios – Dês do momento que eu te conheci direito eu vim tendo uma vontade imensa de fazer uma coisa... Eu queria muito te beijar nesse instante, porque eu não tenho mais forças para continuar segurando isso... Eu... Sinceramente sinto que gosto de você, é noite de Natal, então... Será que eu podia te beijar? – perguntou e eu ainda não acreditava que tinha ouvido isso, eu apenas assenti com a cabeça, nunca ninguém havia me dito isso. E ainda mais numa noite de natal, eu só queria sair por ai soltando fogos de artifícios – Sorte a nossa que tem um visco – ele riu fraco e eu sorri.

                Ele me puxou devagar para mais perto dele e repousou uma mão na minha cintura e uma acariciava o meu rosto. Eu fechei meus olhos e esperei que seus lábios tocassem os meus, demorou um pouco e eu ainda sentia seu toque em meu rosto. Até que eu senti seus lábios encostarem-se aos meus, no começo foi um beijo lento e eu passei minhas mãos ao redor do seu pescoço, enfiei minhas mãos em seus cabelos macios e acariciava sua nuca. Eu senti ele sorrir entre o beijo e logo eu sorri também, ele me puxou apertando-me cada vez para mais perto dele e começou um beijo mais rápido. Ele tirou a mão do meu rosto e repousou em minha cintura, coloquei umas das minhas mãos em seu rosto e acariciei o mesmo, passei minha unha de leve pelo seu pescoço até o seu peito. Nos separamos por falta de ar e logo depois sorrimos.

- Obrigado – ele falou.
- Por o que?
- Por me dar esse presente de natal, era o que eu queria – sorriu.
- Você não quer ficar? Tem que ver a cara do Jeremy de manhã – sorri.
- Ham, tudo bem então.

CONTINUA...
Oie galera, hoje é o aniversário do Zaza. Obrigada pelos comentários no capítulo anterior. Clara Alice você escreve bem do jeito que escreve amor. O que acharam desse beijo dos dois? Plis me respondam haha. Acham que demorou de mais não é? Galera só tem mais um capítulo depois só tem o Epilogo ok? Beijo obrigada por tudo. Vou ver se posto Criminal hoje.
HAPPY BIRTHDAY ZAYN <3 
CARACA O SUNSHINE ESTÁ FAZENDO 21 ANINHOS.
QUERIA PARAR NO TEMPO GALERA.
FELIZ ANIVERSÁRIO PARA O SUNSHINE.
LINK DA FANFIC THE BEST WINTER. 


4 comentários:

  1. Zaza pode ficar velho, mas aquela carinha de menino ele não perde, não é verdade? Haha essa foi a melhor narrativa de beijo no século

    ResponderExcluir
  2. Continuaa, tá perfeito!! Cadê Criminal???
    Meu bebê tá crescendo!!
    xx Luh

    ResponderExcluir
  3. Aaaaaaah que perfeito scrr eu amei o beijo demorou mais foi o tempo certo certíssimo certo continuaaaaaa e posta Criminal sim, hoje é o aniver do Sunshine aaaaaaaai meu core eu ainda nem tinha me recuperado do aniver do Boo e vem o do Sunshine e dps vem do Hazza Aaaah é muito pro meu core.....

    ResponderExcluir
  4. omg nosso sushine tah envelhecendo :3 Cara q lindooos primeiro beijoo ! Continua e ñ esqueça de criminal em malikisses
    by:Duda

    ResponderExcluir