Say Goodbye Chapter Three

| | |
"Um lugar diferente de todos que já vi"
"Somente muito depois ela compreendeu que o mal que ameaçava não nascera naquela noite. Ele apenas voltara sorrateiramente"- Coração de Tinta



 SeuNome On

Naquela madrugada, eu acordei subitamente após ter mais um daqueles pesadelos, dessa vez era diferente, eu estava conversando com aquele garoto que esbarrei na biblioteca como se fosse amigos há muito de tempo, depois ele virou pó ao encostar no meu rosto. Levantei da cama e fiquei fitando as meninas dormindo, lavei o rosto e me olhei no espelho, é não estava tão ruim assim. Voltei para cama e me sentei, era um lugar estranho, onde nunca pesei que viria, mas tinha um lado bom, não teria que suportar meu pai até o natal ou qualquer data comemorativa. Bonnie deu uma longa suspirada e gemeu e logo tudo fico silencioso. Ouvi passos nos corredores e algumas vozes, balancei a cabeça e voltei a dormir.

Eu estava correndo por longo corredor sem portas ou janelas, eu gritava mas nada saia da minha boca nem um som, nenhuma palavra. Logo encontrei uma porta, estava trancada. Meu desespero aumentou, alguns minutos se passaram e porta continuo trancada. Voltei a correr pelo corredor obscuro e achei outra porta, destrancada. Me levou a outro corredor. Era uma ala hospitalar. Tudo era branco e apenas iluminado pela luz do sol. Enfermeiros passavam levando pessoas machucadas cm flechas no peito e facas enterradas na pernas. Todos estavam com os olhos extremamente arregalados. Bonnie e as outras meninas estavam em volta de uma cama, um corpo estava deitado ali. Elas chorava, e diziam que sentiam muito, quando cheguei perto do corpo meu assustei, seu roso ensanguentado dava a parecer que era ele... Mas quem?

- SeuNome acorda!- Me chacoalhou.
- Bonnie, são 8 da manhã!- Exclamei irritada de baixo das cobertas.
- Por que as pessoas encistem e dizer que horas são?
- O que foi?- Disse finalmente levantando da cama.
- Você precisa comprar algumas coisas na cidade.
- Já comprei tudo o que precisa e Miami.
- Se você diz, eu sou quem para desmentir. Mas você precisa tomar café, e tá um calor do inferno então levanta.- Arrancou minhas cobertas.- Você também Carollynne.- Arrancou a coberta da outra menina.

No café da manhã foi uma coisas quieta, o alunos vinham com roupas de dormir e deitavam as cabeças na mesa. Olhei em volta e percebi que os meninos do time estavam com cara de drogado ou que fumaram alguma coisa pela noite, embaixo dos olhos grandes olheiras, como se não tivesse pregado o olho pela madrugada e barba estava dando os primeiros sinais de aparições. O garoto loiro mirou o olhar para mim e sorriu e retribui. Ele estava beliscando algumas frutas em sua tigela. Olhei ele com atenção. Em sua orelha direita tinha um alargador preto, e seu cabelo estava arrumado em um topete grande.

- SeuApelido?
- Hmm?- Murmurei desatenta.
- SeuApelido?- Chamou de novo.
- Oi.- Disse virando o rosto pra ela.
- Você ta caidinha por ele né?
- Pelo capitão? Não, não ele não faz me tipo, e além do mais ele deve ter, sei lá, uma namorada fora da escola.
- Desculpa minha indelicadeza com você mas, você é surda ou se faz?- Indagou ela.
- Por que?
- SeuNome...- Molly a garota morena pegou a minha mão.- Ele não tem ninguém, ele é tipo uma granada que pode explodir a qualquer momento.
- Ele tem alguma doença?
- Não, mas segundo ele pode morrer a qualquer minuto.
- Mas... Deixa pra lá.- Bonnie poderia estar certa, será que eu estava realmente caidinha por ele? A SeuNome chega de besteira, ele é só um garoto bonito e solitário que precisa de uma atenção básica.- Eu vou la falar com ele.
- Duvido.- Disse Carollynne.
- Vem eu vou com você.- Disse Samantha se levantado.- Tenho que ir lá mesmo.- Andamos até a mesa dos meninos. Era quieta e tranquila, diferente de todos os dias segundo as meninas.- Oi gente.- Cumprimentou.
- Oi Sam.- Disseram em coro.
- Gente, essa é a...
- SeuNome Wesley.- Interrompeu um cheio de tatuagens pelo braço.- Ela na parou de falar de você a semana inteira. Aliás, sou Zayn, eu só não estendo a mão porque eu estou morrendo de sono.- Encostou a cabeça novamente nos braços, voltando a posição inicial.
- Obrigado meu querido Zayn.
- De nada gata.
- Bem, já que vocês estão morrendo de sono.- Imitou a voz de Zayn.- Sinto informar que a piscina foi liberada hoje.- Saiu junto comigo. Samantha não parou de tagarelar o tempo todo até ela me mostrar a prateleira de livros dela no quarto. Ela contou umas mil histórias e eu fiz cara de quem entendia tudo e apenas concordava sabendo que não entendia nada.- Você não tá entendendo nada, né?- Concordei.- Você sabe nadar?- Concordei novamente.- Trouxe roupa de banho?- Concordei pela terceira vez.- Okay, vai lá se vestir que daqui a pouco vamos para piscina.
- Os meninos estão lá?
- Hoje não.

A água estava gelada, mas as meninas pulavam do trampolim com a maior tranquilidade. Mergulhei, e novamente uma imagem invadiu a minha cabeça. Tudo fico cheio de sangue, e aos poucos escuro. Vi novamente Bonnie dizer que sentia muito, e não esperava que aquilo acontecesse comigo. Flechas atravessavam meu peito, mas a dor que eu esperava não dava sinal. Logo bati em algo sólido e então tudo escureceu.
 
Abri os olhos com uma certa dificuldade e percebi que estava nos braços de alguém. Todos estavam me olhando atônitos e outros dizendo que a emergência estava por vir. Olhei para cima, e vi quem estava me segurando era aquele garoto da biblioteca e estava com um olhar de desespero.
 
- Está tudo bem? - Sussurrou.
- Agora sim.- Logo em seguida fechei os olhos e depois disso não me lembro de mais nada, a não ser que aquele menino moreno e forte me salvou.
 
 
-----------------------------------------------------------------------------------------------
 
Heeey, Tudo bem Meninas?
Bem desculpa da demora, eu estava com visita e sem internet.
Então aqui está o capítulo três, e comentem o que vocês acham que vai acontecer e deixem sua sugestão também nos comentários, e espero que gostem. A partir do dia 10/02 eu não vou postar com tanta frequência por causa de um motivo. Aulas. Mas pela parte vespertina eu posto sim.
Bjuus.
 
                              

 










Um comentário: