Missing Angel - Capítulo 40

| | |

- Você olha para ele do mesmo jeito que eu olho pra você

Seu pai nem consegue olhar nos meus olhos. Mas se eu vesse no lugar dele faria a mesma coisa. Eu diria: "Lá vai a minha garotinha, com aquele cara problemático"./ It Will Rain- Bruno Mars

SeuNome P.O.V's

O nome dele era Harry Styles. O nome do meu problema. E o nome da figura sarcasticamente alta e bem vestida que estava me olhando agora. Ao seu lado, estava Sarah, com uma das mãos entrelaçadas nas de Harry. Mas agora, parecia que ele não estava tão surpreso assim em me ver, parecia até, que estava esperando por isso. Eu e Justin entramos no elevador e as portas se fecharam. A minha mente estava confusa, aliás como sempre né, eu não fazia ideia do porque e do como aquela situação poderia estar existindo. Hoje naquela manhã, eu acordei nua ao lado de Harry. E agora, no final da tarde estávamos no mesmo elevador, ele e sua antiga noiva mal encarada e eu com Justin no outro canto daquelas quatro paredes. O clima não poderia ser pior. O silencio no elevador era horrível, ensurdecedor.

Eu: Está frio de mais!- sussurrei para Justin que assentiu com a cabeça e entrelaçou minha mão. Ótimo, pelo menos Harry estava vendo que eu estava muito bem sem ele. Justin sorriu envergonhado e me puxou ainda mais para perto dele para que eu ficasse mais longe de Harry, eu queria agradece-lo por isso depois.

Harry nos olhos de canto de olho, eu olhei para baixo para não olha-lo por mais que eu estivesse com vontade de fazer isso. Minhas roupas estavam super encharcadas ainda, assim como as de Justin. Eu pude ver como a Sarah olhou para a blusa branca colada no tanquinho dele. Justin me olhou ainda mais envergonhado e eu fiz bico, eu senti Harry nos observando por isso dei um selinho em Justin. Foi aí que Harry virou a cara para Sarah e não nos olhou mais.

Justin: Logo você esquenta!-Justin sussurrou, mas aposto que eles escutaram.



Harry Syles P.O.V's

Que legal, a vida é engraçada, não? Realmente. Mas aquele clima eu não estava suportando, sentia que minha cabeça explodiria a qualquer momento, esperava que não estivesse ficando vermelho nem nada do tipo que mostrasse que eu estava me sentindo muito mal. Porque eu queria estar por cima.

Sarah: Harry! -Sarah me chamou baixinho e eu a olhei. -Calma!- ela disse e eu percebi que estava apertando sua mão com força. Sorri timidamente soltando de sua mão. Olhei para eles de canto de olho que se beijavam lentamente, quase agradeci alto e irônico quando o elevador parou no andar deles, mas ai eu a vi abrindo a bermuda molhada de Justin e isso me matou. Sim, eu tenho ciumes porra. 

Eles saíram do elevador se beijando e as portas fecharam, eu encostei a cabeça no espelho atrás de mim e fechei os olhos. Acho que ninguém nunca se sentiu da maneira como eu estava sentindo sobre ela. Quer dizer, aquilo era mais do que simples ciumes, talvez nem tivesse nome. Parou no nosso andar, Sarah me puxou pela mão e saímos do elevador.

[...]

Tudo bem, se eu estivesse escrevendo um diário, contaria tudo. Mas todos sabem que isso é coisa de garotas virgens, coisa que, eu não sou nem um dos dois. Mas a questão é, me atormentava o fato de eu ter ter trazido Sarah aqui e dito que seria divertido. Acontece que, depois que a SeuNome saiu do quarto da boate, batendo a porta, eu resolvi parar de ser trouxa (não que isso tenha realmente acontecido, porque agora mais do que nunca eu me sentia um), e resolvi tentar esquecer a garota que me atormentava de vez. Segui o conselho de Louis, fui para casa, tomei um banho e liguei para Sarah pedindo desculpas por não ter respondido as milhares de chamadas dela que caíram na minha secretária eletrônica. Ela falou que me aceitava de volta, Louis tinha razão, ela estava desesperada. Então Zayn me veio com uma mensagem depois do almoço dizendo que Justin ia levar a SeuNome para Brighton, e eu realmente não sei como ele descobriu isso, ele falou que ele estava jogando video game com Austin no andar de cima quando ouviu Justin e SeuNome conversando. E ao saber desse "passeio" deles, eu resolvi fazer a coisa mais burra da minha vida. Eu resolvi alugar um quarto no único hotelzinho vago nessa época do ano, porque sabia que eles viriam. Sim, eu só vim porque sabia que a SeuNome estaria aqui, eu precisava ver ela. Estava difícil deixar de ser imbecil com uma intuição dessa que me manda vir pra cá, embora tudo que eu queria realmente mais do que esquece-la, era ver o rosto dela, e as caretas dela, e mesmo que fosse com Justin...vê-la feliz.

Já haviam passado umas duas horas desde que escureceu, eu estava andando de um lado para outro parecendo um maluco no quarto, quando Sarah saiu do banheiro com sua necessaire na mão e deu um pulo em cima da cama.

Sarah: Amor, o que está fazendo?
Eu: Pensando. -falei, sem parar de andar. Ela soltou um suspiro frustrado.
Sarah: Harry, por que você me trouxe aqui? De verdade?-eu parei, olhando-a.
Eu: Para nós nos divertimos, falei pra você.
Sarah: Hum, tem certeza disso?-assenti- Por que você não parece que está se divertindo muito, dá pra parar de andar e vamos fazer alguma coisa juntos?
Eu: Tipo o que?
Sarah: Ah, sei lá. E você não achou muita coincidência a tal da SeuNome e o namoradinho virem pro mesmo hotel que nós?
Eu: É, muita. -menti. Se ela soubesse a verdade...
Sarah: Vamos descer e jantar, Harold. Eu estou com fome, cansei de ficar nesse quarto. Vou colocar o vestido preto, que tal?
Eu: Tá, tanto faz. -sentei em uma poltrona.
Sarah: Que foi amor?- fez uma cara triste e veio até mim, se ajoelhando a minha frente e pegando na minha mão. Se fosse outra situação, eu pediria que me chupasse. Mas não conseguiria esquecer meus problemas com isso, mesmo sabendo quão vadia Sarah era.
Eu: Nada, querida, vai se arrumar.

    Não demorou muito para que ela estivesse pronta. Eu ainda estava com a mesmo roupa de mais cedo, nem estava com ânimo de trocar, só ficava pensando se SeuNome e Justin ainda estavam ali no hotel. Tinha muita chance deles já terem ido embora, mas eu estava feliz de tê-la encontrado pelo menos uma vez no elevador. Subimos de elevador até o quinto andar onde estava tendo um buffet enorme e cheio de pessoas. Sarah parecia animada, mas eu não estava nem um pouco com fome. Escolhemos uma mesa, que de umas quarenta só haviam umas três vagas. O lugar estava mesmo cheio. Sentamos, um de frente para o outro e eu olhava para baixo, mexendo meu anel no dedo, quando Sarah pegou na minha mão.

Sarah: Sinto você pensando. Para de pensar Harry!
Eu: Tá bom...-a olhei e tentei sorrir- Então, vamos pegar a comida?
Sarah: Ah, eu estou morrendo de fome, estou com desejo de comer bife.
Eu: Mas...você nunca gostou de bife. -ela sorriu largamente.
Sarah: Eu sei, dá pra acreditar?- se levantou e me mandou um beijo no ar antes de andar em direção a bancada de comida onde havia uma fila de pessoas que se serviam. Eu tirei o celular do bolso e fiquei mexendo enquanto ela voltava com um prato cheio de comida alguns minutos depois. Fiquei olhando-a comer e mexendo no celular. Em um momento, ela estava com a boca suja de molho de churrasco, eu balancei a cabeça.
Eu: Sarah, você está suja. -ela riu e me deu um lenço de papel. Naquela hora eu me lembrei de SeuNome suja de bacon no meu carro, após passarmos no Subway. Sarah não ficava nem dez porcento linda da maneira como SeuNome ficava. Ela me tirou desses devaneios. -Vai Harry, me limpa. -eu peguei o papel da mão dela e passei em sua boca tentando ser delicado.
Eu: Pronto. -sorri tristemente.
Sarah: Você não vai comer, querido?

Antes que eu pudesse responder, olhei adiante vendo em meio as pessoas que entravam e saíam, Justin e SeuNome acabando de entrar ali. Meu sangue se congelou naquela hora. Sarah seguiu meus olhos até eles e bufou, Justin tinha nos visto, mas SeuNome não. Ela estava procurando uma mesa vaga com os olhos, mas não havia nenhuma. Sarah me olhou e eu pude ler a maldade em seus olhos. Meu Deus, ela não poderia fazer isso.

Eu: Sarah, não.
Harry: Sim Harry, você tem que esquece-la. -se levantou. -Não me agradeça.

Assisti Sarah ir até os dois passando por um monte de gente e falar algo a SeuNome. Eu pude ver a careta que SeuNome fez enquanto Sarah cumprimentava Justin, os seus olhos encontraram os meus mas ela desviou para longe, muito longe de mim. Em menos de dois minutos ela já estava trazendo os dois para nossa mesa, e eu não sabia como ficar quieto na cadeira. Enquanto eles se aproximavam eu estava ansioso, me sentindo terrivelmente mal, olhei para o balcão do restaurante a minha esquerda para não fazer contato visual até ouvir a voz dela....novamente.

Sarah: Harry, Justin e SeuNome. Vocês já se conhecem -pigarreou-, é claro. -olhou para baixo. -Ficaríamos muito felizes de dividir a mesa com vocês já que não tem mais nenhuma vaga. -os dois pareciam constrangidos. -Não é Harold?
Eu: Sim, querida. -respondi forçadamente. Justin puxou uma cadeira e se sentou, deixando SeuNome em pé. Ela não disse nada mas vi que ficou triste com isso, que tipo de namorado esse merda é? Nem pra puxar a cadeira pra ela?! Tentei ignorara a raiva que senti com aquele gesto tão pequeno. SeuNome se sentou em seguida. E naquela mesa agora estava no lado direto, Sarah e eu, no lado esquerdo a SeuNome de frente para mim e o Justin de frente para Sarah. Eu olhei para cima sentindo aquele clima estranho do elevador voltar, todos em silencio. Eu queria morrer. Só queria pegar Sarah pelo pescoço e fazer uma besteira por ela estar fazendo isso comigo.
Justin: Bom...er...então...-tentava quebrar o gelo. E eu queria quebra-lo. Mas tudo que fiz foi suspirar.
Sarah: Eu já comi, mas acho que irei repetir o prato. Preciso de uvas agora. -virou para mim e eu vi a cara de nojo da SeuNome ao ouvir Sarah falar. -Você vai querer comer agora meu amor?
Eu: Não estou com fome, querida. -tentei ser gentil.
Justin: Vamos fazer nossos pratos, SeuNome?-pegou a mão dela em cima da mesa.
SeuNome: Não quero comer agora Justin....-sorriu para ele me olhou com ódio nos olhos. -Eu perdi a fome.
Sarah: Bom, então...Justin, você me acompanha até o buffet?
Justin: Sim, é claro. -SeuNome assentiu e Sarah me olhou como se pedisse permissão. Eu balancei a cabeça e fingi um sorriso fraco. Justin levantou e Sarah em seguida, os dois caminharam com uma certa distancia em direção a mesa do buffet entrando na fila que agora estava maior. Que merda. Agora era só eu e a SeuNome na mesa. Ela a minha frente. Eu ia morrer, não ia aguentar aquele clima por muito tempo. E assim ficamos, uns dois minutos em silencio completo, apenas ouvindo o barulho de pratos em volta, conversas e gente andando. SeuNome levantou os olhos ainda em silencio para olhar para o buffet onde Justin e Sarah estavam na fila com pratos e pareciam conversar. Eu vi um sorriso aparecer em sua boca, ela não estava com ciume de Justin? Mas aquele sorriso....aquele sorriso....eu poderia dizer que nunca a amei tanto quanto naquele momento. E assim, as palavras escorregaram da minha boca:
Eu: Você olha pra ele do mesmo jeito que eu olho pra você.

Ela me olhou imediatamente. Estava séria, mas eu não conseguia ver mais o ódio em seus olhos. Era como se esse sentimento tivesse se dissolvido na cor de sua íris. Hesitou por um instante, mas então resolveu dizer:

SeuNome: O que quer dizer com isso?
Eu: Sabe muito bem o que quero dizer. -nos olhamos. -Quer saber, me desculpa, eu não quis dizer isso.
SeuNome: Sei o que quis dizer. -sorriu ironicamente. Ela estava jogando um jogo que eu estava cansado de tentar jogar. Só queria poder explicar que estava cansado de jogos, de intrigas. Só queria paz tendo ela, ou não.
Eu: Ahm. Então, está se divertindo em Brighton?
SeuNome: Te interessa?
Eu: Muito.
SeuNome: Ah, estou sim. Até demais, se quer saber. -suspirei olhando para baixo. -E pelo visto você também, ela deve ser boa nessas coisas sujas que você gosta de fazer. Você já planejou embebeda-la e estupra-la assim que eu e Justin formos embora?
Eu: Ainda está chateada por causa disso.
SeuNome: Não, na verdade estou seguindo em frente. Eu só acho estranho você estar aqui.
Eu: Vai ver você está me seguindo.
SeuNome: -riu- Eu? Seguindo você? Pelo amor de Deus.
Eu: Eu sei que não acredita em uma palavra minha, mas eu quero mesmo que você seja feliz. -ela virou o rosto pra mim, com frieza.
SeuNome: Tem razão. Eu não acredito. -assenti, deixando de olha-la. Voltamos a ficar em silencio, dessa vez por mais tempo. Eu não sei o que estava acontecendo comigo. Quer dizer, eu costumava adorar provocação antigamente, mas agora tudo parecia insano e idiota demais. Talvez eu tenha amadurecido. Mentira, isso nunca vai acontecer. Ri desse pensamento. -Que foi, idiota?
Eu: Nada, só um pensamento aqui.
SeuNome: Me poupe de seus pensamentos.
Eu: Pode deixar. -Nessa hora, Justin e Sarah se aproximaram conversando, cada um com seu prato cheio. Eu dei espaço para ela sentar, e o imbecil fez o mesmo ao lado da SeuNome. Os dois começaram a comer mas o clima não tinha melhorado nem um pouco. Eu estava no celular e SeuNome aérea, de vez em quando Justin dava algo na boca dela. Quando tudo piorou, Sarah tentou puxar assunto com Justin que deu papo pra ela, mas era tudo muito estranho. Eu imaginava como SeuNome devia estar se sentindo diante daquilo. Ela devia estar como eu.

Justin terminou de comer primeiro e ele se despediu com um cumprimento, SeuNome balançou a cabeça de má vontade e os dois saíram, ela apoiada no braço dele e pegaram o elevador. Deixei que demorasse um tempo para pegar o mesmo elevador, eu e Sarah descemos com mais algumas pessoas.

Eu: Não tem mais clima, Sarah. -falei entrando no quarto.
Sarah: Harry, você tem que esquece-la! Que merda!- fechou a porta e veio até mim.
Eu: Eu quero, mas é muito recente pra mim, e você não faz ideia do quanto dói. -andei de um lado para outro. -E o que foi aquilo lá no buffet? De convidar eles sem nem...poxa, você quer me ver pior?
Sarah: Eu achei que iria melhorar, que tendo ela no jantar com a gente você ia ver que a tal da SeuNome está muito melhor com o Justin!
Eu: Sarah, você só piorou tudo...
Sarah: Eu sei que posso te ajudar. -falou sorrindo e tocando no meu braço mas eu recuei.
Eu: Por favor! -sussurrei- Hoje eu não estou legal.
Sarah: Então tá. -ela sorriu sarcástica e se levantou da beira da cama. -Eu realmente não sei porque vim pra cá com você, é divertido né? Como é divertido encontrar a criancinha que você namorava, o namoradinho dela, jantar com eles...você sabia que eles estariam aqui, não sabia?
Eu: Sarah, eu...-ela abriu a porta.
Sarah: Não Harry!-quase gritou. -A gente se vê depois. -ela disse fechando a porta com força. Eu bufei e fui atrás dele, como o bom idiota que sou, sempre correndo atrás das mulheres que não merecem que eu faça isso. Sarah tinha pegado o elevador e no visor vi que ela estava indo para a recepção do hotel, fui pelas escadas o mais rápido que conseguia e quando finalmente cheguei no térreo, ela estava indo para a saída. Haviam outras pessoas ali, mas vi quando a Sarah simplesmente parou de andar e ficou parada como uma estátua. Segui seus olhos e vi para onde ela olhava.
Justin: Não! Por favor, podemos ficar só mais hoje, não vai ter problema.
SeuNome: Por favor, me tira daqui.
Justin: Tem que ser tudo como você quer? Sempre?
SeuNome: Eu não quero brigar, só quero voltar para Londres, por favor Justin.
Justin: SeuNome, vamos ficar aqui essa noite, entendeu?
SeuNome: Mas eu quero ir, se você não me levar de volta eu vou pegar um táxi.
Justin: Nós vamos ficar e pronto. -eu passei pela Sarah e fui até os dois que estavam perto do balcão da recepção.
Eu: Está acontecendo alguma coisa aqui?-falei firme e eles me olharam.
Justin: É da sua conta?-me pediu agressivamente. Ele estava diferente agora, de antes. Eu sabia que esse cara não prestava, no fundo ele é um filho da puta com as mulheres.
Eu: Não é da minha conta, mas eu pensei que ela estivesse precisando de ajuda, sabe, de um homem de verdade. -Justin riu.
Justin: Homem, você? Eu vou rir para não te bater.
Harry: Vem! Por que não faz isso?- senti alguém tocar nos meus braços como se pedisse para eu parar. Era Sarah atrás de mim.
Sarah: Chega Harry.
Justin: Se eu fosse você ouvia a ruiva, vai ser melhor cair fora daqui. A SeuNome não quer mais você por perto. Você é a pior desgraça da vida dela.
SeuNome: Cala a boca Justin. -ele a olhou- Chega! Por favor.
Eu: SeuNome, ele está começando a te tratar mal, mas você está doida por ele e não consegue ver como ele a faz mal. Você não está vendo o que esse cara tá fazendo?
Justin: Já deu, tem razão, vamos embora logo. -colocou a mão na cintura dela e eles deram as costas pra mim indo para a porta. Eu não sei porque eu fiz o que fiz, mas fui até eles rapidamente e puxei a SeuNome pelo braço numa tentativa desesperada de fazê-la se virar. E acho que acabei puxando-a bruscamente sem querer. -Não toca nela merda!
SeuNome: Para Harry! Já chega de brigas, entendeu? Você está provocando! Por que você não deixa de ser gay, Harry, e segue o exemplo do Justin? -eu estava quebrado. Não sabia ao certo o que senti com isso, mas não desejava para ninguém. Eu só conseguia olha-la completamente mudo.
Sarah: Você ouviu, vamos. -disse de trás de mim.
Eu: Mas... -SeuNome balançou a cabeça e olhou para baixo.
Justin: Esse cara tá incomodando você? -ela negou com a cabeça e ele a puxou dali, os dois saíram mas eu a vi olhar para trás uma vez ao passarem da porta. Eu fiquei os olhando desaparecer.

E ali eu estava novamente com cara de idiota, parado olhando para a porta do hall do hotel. Qual é, ela não voltaria. E eu já estava cansado dessas brigas. Todos já estavam. Prometi a mim mesmo que depois desse dia nunca mais discutiria com ela, a vida faz com nós dois o que ela quiser agora, eu cansei.
Senti alguém cutucar minhas costas e virei, vendo Sarah com uma expressão inexplicável.

Eu: Me desculpa.
Sarah: Harry, você só precisa de mim. E de mais ninguém. -sorriu e eu retribui. -Entendeu, querido?
Eu: S-sim. -ela passou a mão nos meus olhos.
Sarah: Não chore meu amor. Olha só, ela não pode te dar o que eu posso. A SeuNome é só uma menina. -assenti. -E sabe, nós vamos ter uma vida perfeita juntas, continuar de onde paramos.
Eu: Eu não sei não...-ela me olhou nos olhos.
Sarah: Eu estou grávida Harry. -eu arregalei meus olhos. -Nós vamos ter um bebezinho!


CONTINUA...
Pois é, e agora? Grávida? É isso mesmo produção? O que vocês acham disso?
Bom, eu acho que vocês vão ter uma GRANDE surpresa nos próximos capítulos, só não sei se ela é mais boa ou ruim. Acho que tem seus dois lados, mas é bem reveladora. 
EEEEEEEEEE....ZAYN MALIKO VIDA LOKÍSSIMA TÁ DE ANIVERSÁRIO, É ISSO?
Putz, parece que eu estou vendo as coisas acontecerem diante dos meus olhos e simplesmente o tempo está passando, eu não posso fazer nada. Nosso bebê, sunshine da mamãe está fazendo 21 aninhos. Muitas felicidades a ele, que ele aproveite muito bem o dia e que saiba que sempre vamos estar com ele, sentindo orgulho e ao seu lado em todos os momentos. 
Bom, é isso. Amo vocês, em breve tem mais galerinha. 

15 comentários:

  1. Como eu tava com sdds dessa fic, agr q ela tah com o Justin eu gostei haha mas soh pra dar mais ciúme e ódio no hazza e pra no final a seunome perceber q está com o cara errado, mas foi bom pro harry se tocar tbm neh, grávida vishhh soh quero ver oq vai acontecer, continua malikisses

    ResponderExcluir
  2. CONTINUAAAAA MEU DEUS, SARA GRÁVIDA? COMO ASSIM??

    ResponderExcluir
  3. Ta foda dmais
    Mas posta rapido dessa vez?
    XxDebby

    ResponderExcluir
  4. Q perfeito to lendo c mais cinco amigas aki, contando com a Debby kkkk. Elas tb vao comentar okk
    XxAnna

    ResponderExcluir
  5. Kra mais per-fect? Impossivel
    Chorei junto c Haz, esse capitulo foi bem tocante
    XxJuju

    ResponderExcluir
  6. C
    O
    N
    T
    I
    N
    U
    A
    Diwa liamda
    XxMari

    ResponderExcluir
  7. Omj
    Omj
    Omj
    Omj
    Pefeitissimo
    XxDuda

    ResponderExcluir
  8. Continua logp dessa vez pfffffff
    Te adoro
    XxLidyy

    ResponderExcluir
  9. PERFEITO!!! mas continua logo pfv!!!!
    XxNath

    ResponderExcluir
  10. Continuaaaaaaaa, perfeito!

    ResponderExcluir
  11. Pelo amor de Deus posta logo, eu amo essa fic ta mto perfeita, to mais que ansiosa pra saber o que vai acontecer!! Malikisses

    ResponderExcluir
  12. OH MY LORD A VADIA DA SARAH TA GRAVIDA ? E AGORA ??? AI MEU DEUS CONTINUA LOGO SUA FIC TA P-E-R-F-E-I-T-A...One Thing fez 2 anos *OOOOO* QUANTO TEMPO EU DORMI JESUS ?

    ResponderExcluir
  13. OH MY LORD A VADIA DA SARAH TA GRAVIDA ? E AGORA ??? AI MEU DEUS CONTINUA LOGO SUA FIC TA P-E-R-F-E-I-T-A...One Thing fez 2 anos *OOOOO* QUANTO TEMPO EU DORMI JESUS ?

    ResponderExcluir
  14. Oi, sua nova fã *-* to amando continua loogoooo \o/ ' , mas como pode a Sarah ta gravida ? :OOO ' Xx Emmy

    ResponderExcluir
  15. Fala q nas ferias vau se dedicar ao blog, mas cade?
    Nenhuma ta se dedicando o blog inteiro ta dxando a desejar

    ResponderExcluir